Meteorologia

  • 19 OUTUBRO 2021
Tempo
23º
MIN 17º MÁX 28º

Edição

José Cid polémico, Nuno Markl frustrado e transmontanos furiosos

Uma polémica entrevista de José Cid voltou a ser transmitida na televisão e está a despertar o ódio entre transmontanos.

José Cid polémico, Nuno Markl frustrado e transmontanos furiosos

José Cid está a ser alvo de uma enorme onda de indignação nas redes sociais na sequência de uma entrevista onde disse que os transmontanos eram “pessoas medonhas, feias e desdentadas”.

O programa onde o cantor proferiu estas declarações data de 2010, é dos episódios de Showmarkl, de Nuno Markl, mas o Canal Q exibiu recentemente uma repetição que agora incendiou as redes sociais.

Alvo da indignação e insultos de transmontanos e não só, José Cid viu a sua página de Facebook suspensa e entretanto já fez um pedido de desculpas público mas de pouco parece ter servido.

Um concerto que o músico tinha agendado para 11 de junho em Alfândega da Fé foi cancelado e marcada para o mesmo dia uma manifestação contra o músico.

No Facebook já foram criadas várias páginas de contestação como ‘Todos Contra José Cid’ que, até ao momento, conta já com mais de 6.600 seguidores ou 'Trás-os-montes sem José Cid' com mais de três mil seguidores. Foi ainda criada uma petição pública online que já ultrapassou as 1.400 assinaturas.

Nuno Markl também foi uma das vítimas, alvo de centenas de comentários condenatórios e ameaças que o levaram a ponderar fechar a sua página de Facebook.

Apesar de considerar injusto ter sido alvo de críticas por causa das declarações pelas quais apenas o entrevistado podia ser responsabilizado, pediu desculpa por se ter rido dos “desvarios do Cid” e garantiu que “adora Trás-os-Montes”.

 

Um preconceito regional

Joana Gonçalves foi uma das transmontanas que “não gostou do que ouviu” e se sentiu ofendida, mas garante que o preconceito não é novo.

A imagem dos transmontanos como um povo ignorante, “saloio” e retrógrado é muitas vezes usada no humor e “chega a um ponto que cansa”, lamentou a jornalista de 28 anos em declarações ao Notícias ao Minuto.

O músico “disse algo que muitos dizem, mas teve a infelicidade de o dizer na televisão”, comentou. Uma vez que já pediu desculpa agora só tem uma alternativa: “ficar caladinho e esperar que passe”.

Joana é editora da revista Raízes, especialmente dedicada à região de Trás-os-Montes e Alto Douro. E porque não se identificava com os vídeos insultuosos ou com mensagens de ódio que circulavam nas redes sociais resolveu fazer um seu.

Publicou-o na página de Facebook de José Cid e ainda recebeu “1.400 likes,150 partilhas e muitos comentários”, antes de ser apagado.  

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório