Meteorologia

  • 05 JULHO 2022
Tempo
29º
MIN 17º MÁX 31º

Famílias realojadas e barracas demolidas no Douro

Doze famílias que vivem num acampamento junto à barragem de Bagaúste, Régua, vão ser realojadas e as suas barracas vão ser demolidas na sexta-feira, no âmbito do projeto de limpeza da "última mancha ambiental" nas margens do Douro.

Famílias realojadas e barracas demolidas no Douro

A operação junta a Turismo do Porto e Norte de Portugal (TPNP), a Câmara de Peso da Régua, o Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana (IHRU), a Agencia Portuguesa do Ambiente (APA) e a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDRN).

Em comunicado de hoje, a TPNP explicou que o processo foi iniciado há dois anos com o reaproveitamento das casas sociais "mal ocupadas" no bairro das Alagoas, conhecido como bairro Verde, que se localizada na cidade de Peso da Régua.

Das 170 habitações, 28 ficaram vazias. As obras de recuperação das casas ficaram orçadas em cerca de 200 mil euros.

E é nestas habitações que vão ser realojadas as 12 famílias que vivem no acampamento, que se localiza próximo da barragem de Bagaúste, nas margens do rio Douro.

Com esta operação, segundo o comunicado, "fica resolvido um problema ambiental e social" existente no Douro "há mais de 30 anos" e que representa "uma péssima imagem" para a paisagem do Património Mundial da UNESCO e para a "valorização turística" deste território.

Na sexta-feira, vai dar-se início à demolição das barracas, uma operação que está a cargo da Câmara da Régua.

Por sua vez, a APA e a CCDRN vão apresentar a estratégia para a limpeza do lixo existente nos taludes que dão acesso ao rio Douro.

Com o processo de limpeza da lixeira e a consequente renaturalização do terreno, a cargo da APA e da CCDRN, será, segundo Melchior Moreira, presidente da TPNP, "devolvida à paisagem duriense todo o potencial ambiental e turístico que lhe é naturalmente intrínseco".

O Secretário de Estado do Ordenamento do Território e da Conservação da Natureza, Miguel de Castro Neto, vai participar nesta visita ao local.

No final, será feita uma visita ao bairro de Alagoas e às novas casas onde as 12 famílias serão realojadas. Aqui serão celebrados os contratos de habitação e dar-se-á início ao processo de transferência das famílias para as suas novas casas.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório