Meteorologia

  • 19 SETEMBRO 2019
Tempo
24º
MIN 17º MÁX 27º

Edição

Só 60% dos resíduos perigosos vão para eliminação

Anualmente, perde-se o rasto a 100 mil toneladas de resíduos perigosos.

Só 60% dos resíduos perigosos vão para eliminação

Em Portugal produzem-se anualmente cerca de 254 mil toneladas de resíduos perigosos. Contudo, só 60% vai para os Centros Integrados de Recuperação, Valorização e Eliminação de resíduos (CIRVER).

Em declarações à Antena 1, o diretor-geral da Ecodeal, o maior centro do país, alertou para o facto de cerca de 100 mil toneladas estarem a ser desclassificadas para resíduos não perigosos com “a intenção de tornar mais barato o tratamento de resíduos”, o que “é bastante perigoso”.

É de referir que na classificação de resíduos perigosos se incluem produtos químicos, tintas, vernizes, esmaltes, metais, óleos usados, solventes. Lisboa e Vale do Tejo é a região que regista maior produção.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório