Meteorologia

  • 24 AGOSTO 2019
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Inquérito às causas de duas mortes em Abrantes vai demorar vários dias

Os resultados do inquérito ao acidente de trabalho que vitimou mortalmente dois homens em Abrantes, na segunda-feira, deverão "demorar vários dias" a serem conhecidos, disse hoje à Lusa fonte da Autoridade para as Condições do Trabalho (ACT).

Inquérito às causas de duas mortes em Abrantes vai demorar vários dias
Notícias ao Minuto

17:26 - 18/08/15 por Lusa

País ACT

Ao final da tarde de segunda-feira, cerca das 18:00, a queda de uma placa de betão de revestimento da fachada do edifício da nova Unidade de saúde Familiar (USF) de Abrantes, com um peso de cerca de duas toneladas, provocou a morte por esmagamento a dois dos trabalhadores, de 35 e 49 anos.

A fonte da Autoridade para a Condições do Trabalho (ACT) indicou que os inspetores "estão no estaleiro em averiguações".

"É preciso ouvir testemunhas, consultar documentos, fazer o histórico dos riscos de trabalho na empresa e no local, averiguar os horários de trabalho e outras situações que demoram sempre o seu tempo", destacou a mesma fonte, observando que os resultados até podem não vir a público, caso seja aberto um inquérito judicial que obrigue ao sigilo dos elementos apurados.

"É ainda muito prematuro, mas, e num mero exercício de possíveis desfechos, do processo de inquérito do ACT deverão resultar e serem apontadas as infrações detetadas, com a respetiva notificação ou recomendações para o empreiteiro corrigir, em termos de riscos de acidentes de trabalho. Se houver responsabilidades criminais, pode haver coimas ou inquérito judicial, mas é tudo ainda muito prematuro e vai demorar tempo até que sejam apuradas as causas deste acidente", acrescentou.

O novo equipamento, que está a ser construído na Rua Nossa Senhora da Conceição, no centro da cidade, conta com três pisos e está em fase final de construção.

Em declarações à Lusa, a presidente da Câmara de Abrantes, Maria do Céu Albuquerque, lamentou o incidente e disse que as obras ficam paradas durante dois dias "por luto para com os trabalhadores falecidos e respeito para com os seus familiares".

Segundo a autarca, o acidente, "em princípio, não afetará a conclusão das obras", que se prevê para dentro de poucas semanas.

A nova Unidade de Saúde Familiar de Abrantes vai substituir o centro de saúde instalado no edifício do hospital Manuel Constâncio.

No local estiveram os Bombeiros Voluntários de Abrantes, a viatura médica de emergência e reanimação do Médio Tejo, a PSP e uma unidade de apoio psicológico do Instituto Nacional de Emergência Médica, num total de 17 operacionais e sete veículos.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório