Meteorologia

  • 04 DEZEMBRO 2021
Tempo
10º
MIN 10º MÁX 17º

Edição

Crianças de 11 anos que são mães (também) em Portugal

A gravidez na adolescência é um fenómeno mais ou menos comum. Já a maternidade na infância, nem tanto. Numa altura em que o caso de uma menina que foi mãe aos 8 anos, no México, está a chocar o mundo, importa referir que também em Portugal há situações destas reportadas. Só em 2011 registaram-se dois casos de crianças que deram à luz com 11 anos, avança a edição desta quinta-feira do Diário de Notícias.

Crianças de 11 anos que são mães (também) em Portugal

Num período de cinco anos, foram 10 as crianças portuguesas que foram mães com 11 anos de idade, duas delas em 2011, sendo que uma terceira, com apenas 10 anos, acabou por não levar a gravidez avante em virtude de problemas de ordem psiquiátrica, adianta o Diário de Notícias.

Quando uma notícia de uma menina de 8 anos que foi mãe no México abala o mundo, importará olhar para dentro de portas e perceber que o flagelo da maternidade precoce também existe por cá, embora os registos do Instituto Nacional de Estatística (INE) apontem para uma diminuição destes casos nos últimos anos. Não obstante, o ano de 2011 contrariou essa tendência.

Já acima dos 12 anos, a maternidade começa a ser mais frequente, com todas as consequências físicas e psicológicas que tal acarreta.

“O projecto de maternidade é muito difícil (…). Estas jovens ficam com um sofrimento muito grande”, comenta a assistente social Fátima Xarepe, em declarações ao Diário de Notícias, acrescentando que estas mães “queimam etapas, passando de meninas a mulheres e perdendo as experiências da adolescência”.

Por seu turno, o obstetra Manuel Hermida sustenta que “as repercussões psicológicas podem ser mais fortes do que as físicas”.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

;
Campo obrigatório