Meteorologia

  • 18 SETEMBRO 2021
Tempo
18º
MIN 17º MÁX 24º

Edição

Uma década de violência doméstica: 17 filhos mortos por pais

O disparo de um pai sobre o filho de seis anos é o episódio mais recente de um dos 'lados negros' da violência doméstica.

Uma década de violência doméstica: 17 filhos mortos por pais

[Notícia atualizada às 13h, com a confirmação da morte de um menino de seis anos, de Ermesinde, após ter sido baleado na cabeça pelo pai].

Os episódios de violência doméstica continuam a suceder em Portugal. E se é verdade que, na maioria dos casos, falamos de violência de um homem sobre a mulher, a última década fica marcada por um número sinistro: nos últimos dez anos morreram 17 filhos mortos por pais.

Este ano, o mês de abril deixou o país em choque com dois casos: primeiro, um bebé em Oeiras foi esfaqueado pelo pai. A notícia ainda estava bem viva na memória dos portugueses quando, logo de seguida, foi conhecido o caso de Bia, morta à pancada pelo padrasto, em Loures.

O Jornal de Notícias fez as contas aos casos de menores mortos por pais por motivos de vingança, uma contabilização da qual foram excluídas mortes no pós-parto. Saliente-se, porém, que apesar dos casos mais recentes envolveram homens, este é um tipo de crime que tem sido perpetrado tanto homens como mulheres.

Renato, atingido a tiro na cabeça pelo pai – que acabou também por matar a tiro a sua companheira e mãe do rapaz –, é o caso mais recente. O menino de seis anos de Ermesinde encontrava-se ainda a lutar pela vida à hora a que este artigo foi publicado. Entretanto, a agência Lusa já deu conta da morte da criança, tornando-se assim o 18º caso do género registado na última década.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório