Meteorologia

  • 24 JULHO 2019
Tempo
18º
MIN 17º MÁX 19º

Edição

Há professores sem formação a classificar exames nacionais

Os professores têm de corresponder a certos requisitos para poderem avaliar os exames nacionais. Mas a falta de docentes para a classificação levou a que muitos não se tivessem submetido à formação necessária.

Há professores sem formação a classificar exames nacionais

Esta é a primeira vez em cinco anos que o Instituto de Avaliação Educativa (IAVE) não fez ações de formação para os professores que classificam os exames nacionais.

Isto significa que quase metade dos 13 mil docentes destacados para classificar os exames nacionais do ensino secundário não tem formação específica nesta área.

O IAVE é o organismo responsável pela elaboração e classificação das provas. “O IAVE tem cerca de 6.650 professores com formação na bolsa de classificadores e outros tantos (6.447) sem formação”, indica uma fonte ao Público.

A fonte explica ainda que “este ano não houve formação”. Segundo o Ministério de Educação e Ciência, “foi necessário proceder ao reforço da bolsa de classificadores, já que o número de professores com formação era insuficiente para as necessidades do processo de exames”.

Os docentes que podem avaliar os exames nacionais têm de corresponder a certos requisitos, tais como: "terem lecionado o ano terminal da disciplina sujeita a exame, terem dado aulas da mesma noutro ano de escolaridade neste letivo, terem assegurado esta lecionação em 2013/2014 ou num dos últimos três anos letivos”.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório