Meteorologia

  • 10 DEZEMBRO 2019
Tempo
15º
MIN 6º MÁX 15º

Edição

Dois jovens quebram preconceitos com vídeo 'fora do armário'

Dois jovens de 25 anos decidiram pôr os manifestantes da Marcha do Orgulho LGBT, em Lisboa, a 'sair do armário'. Porquê? Porque o amor não escolhe sexo, assim como não escolhe idades ou raça, e deve ser assumido na sua plenitude. Pelo bem de cada um mas, e principalmente, pelo bem de todos. Porque "o amor é demasiado bonito para estar dentro do armário".

Marcha do Orgulho Gay - Dois jovens quebram preconceitos com vídeo 'fora do armário'

Lorenzo e Pedro são dois jovens de 25 anos, residentes em Sintra, que partilham casa, interesses e a vida. E não só não têm medo daquilo que partilham, como querem ajudar os outros a encontrar forma de fazê-lo.

Quando participaram pela primeira vez na Marcha do Orgulho LGBT, em Lisboa, chegaram à conclusão de que só estar lá, era pouco. E decidiram levar a cabo a iniciativa que vemos no vídeo acima.

“Um dos maiores problemas pelo qual o ‘ser gay’ em Portugal ainda é tabu, é devido a poucas pessoas saírem do armário. É importante que sentirmo-nos à vontade no quarto, em casa, mas também na rua. Não temos que nos esconder e viver um vida oprimida, pelo contrário”, afirmaram em entrevista ao Notícias ao Minuto.

Lorenzo e Pedro são ‘vloggers’ (‘video bloggers’), com um canal de YouTube com programas de cozinha, mas para onde abordam outros temas, como este de que escrevemos. O vídeo, a que pode assistir aqui, que fizeram chegou aos meios internacionais e teve muita repercussão nas redes sociais.

A reações são positivas: “Além deste vídeo me ter feito chorar, também mudou a minha forma de pensar relativamente a variadíssimos assuntos. É forte, verdadeiro e comovente”, “Fizeram-me chorar”, escrevem os leitores, nos respetivos canais.

"Somos muitos e mais do que tudo, somos iguais a todos os outros"

“O Armário que construímos e levamos para a Marcha deste ano foi mais simbólico do que outra coisa, mas foi um primeiro passo, para que as pessoas pudessem, publicamente ‘sair do armário’”, explicou o casal, acrescentando que embora a comunidade LGBT em Portugal pareça “forte e unida”, ainda há muito trabalho pela frente.

“A comunidade LGBT Portuguesa tem muito a crescer, reparámos nisso durante a Marcha do Orgulho em Lisboa. Esta marcha tem uma importância gigantesca nos nossos dias. Mas faltaram muitas associações, grupos desportivos, actores, apresentadores, partidos políticos, etc... Não foi bem o que esperávamos ver”, indicaram, ainda que ressalvem o trabalho da ILGA Portugal, "forte e activa, a lutar pelos nossos direitos".

Quem lá esteve, no entanto, “representou orgulhosamente as cores e significados Arco-íris da bandeira”, afirmam, sublinhando que “é IMPORTANTÍSSIMO que seja visível que nós existimos, que somos muitos e que mais do que tudo, somos iguais a todos os outros, o amor não escolhe cor, género, raça, sexo”.

“Quanto a nós, iremos continuar a fazer os nossos programas de cozinha no YouTube, sem tabus, sem medos e sem armários”, terminaram Lorenzo e Pedro.

Pode seguir os dois em vários canais: no YouTube, como referimos acima, mas também no Facebook, no Instagram e no Twitter.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório