Meteorologia

  • 18 OUTUBRO 2021
Tempo
22º
MIN 16º MÁX 28º

Edição

Engenheiros envolvidos em projetos de solidariedade social

A delegação Norte da Ordem dos Engenheiros assina na terça-feira protocolos de colaboração 'pro bono' com projetos na área da mobilidade reduzida e conservação de espaços fluviais, inseridos numa iniciativa para envolver os associados em projetos de solidariedade social.

Engenheiros envolvidos em projetos de solidariedade social
Notícias ao Minuto

12:01 - 18/05/15 por Lusa

País Norte

Segundo a Ordem dos Engenheiros -- Região Norte (OERN), o objetivo do projeto COESO -- Cooperação Engenharia e Sociedade, a apresentar na terça-feira no Porto, é desafiar os profissionais a tornarem-se promotores de desenvolvimento social, estabelecendo a ponte entre engenheiros e projetos de solidariedade social.

A intenção é reforçar a dimensão social da engenharia, fomentando o desenvolvimento do empreendedorismo social com a contribuição técnica e especializada de profissionais de engenharia das diversas áreas.

Neste contexto, a apresentação de terça-feira marcará também a assinatura dos primeiros protocolos de colaboração com três projetos distintos: o Places4All, o Projeto Rios e o Engenho e Rio que, através da parceria com a OERN, vão "beneficiar das competências de profissionais de engenharia e de intervenções inovadoras na resolução de problemas sociais/ambientais negligenciados".

Contudo, outras instituições e projetos de solidariedade social inovadores que visem a resolução de problemas sociais, culturais, económicos ou ambientais podem apresentar a sua candidatura à Ordem dos Engenheiros e vir a beneficiar de programas de intervenção 'pro bono'.

Criado no Porto, o Places4All procura criar soluções de inovação social para melhorar as condições de acessibilidade em espaços físicos e promover a igualdade de oportunidades para pessoas com mobilidade reduzida/condicionada.

Após um diagnóstico "rápido e detalhado" das condições de acessibilidade dos locais, o Places4all emite um relatório com sugestões de melhoria e atribui uma classificação global em forma percentual, facilitando os utilizadores na sua decisão.

Já o Projeto Rios, em Portugal desde 2006 por iniciativa da Associação Portuguesa de Educação Ambiental (ASPEA), Associação de Professores de Geografia (APG), Liga para a Proteção da Natureza (LPN) e Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP), visa a participação social na conservação ambiental dos espaços fluviais.

Atualmente estão envolvidas na implementação deste projeto diversas entidades institucionais (câmaras municipais, juntas de freguesia, escolas, associações, organizações não-governamentais, institutos e centros de investigação), empresas e a população em geral, sendo o objetivo a adoção e monitorização de um troço de rio, de modo a promover a sensibilização da sociedade civil para os problemas e a necessidade de proteção e valorização dos sistemas ribeirinhos.

Quanto ao Projeto Engenho e Rio, visa criar rotas de rios pedonais ou motorizadas, garantindo a preservação ambiental e promovendo a reabilitação fluvial e o desenvolvimento sustentável.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório