Meteorologia

  • 18 SETEMBRO 2019
Tempo
18º
MIN 16º MÁX 27º

Edição

Misericórdia de Lisboa financia investigação sobre esclerose lateral amiotrófica

A Santa Casa da Misericórdia de Lisboa (SCML) vai lançar um programa de apoio financeiro à investigação sobre a esclerose lateral amiotrófica, cujo prazo de candidaturas começa na segunda-feira, anunciou hoje a instituição.

Misericórdia de Lisboa financia investigação sobre esclerose lateral amiotrófica
Notícias ao Minuto

10:04 - 29/03/15 por Lusa

País Saúde

O Programa de Investigação Científica em Esclerose Lateral Amiotrófica concederá 50 mil euros anuais a uma equipa de investigação portuguesa, escolhida pela administração da SCML após uma avaliação de peritos internacionais, designadamente dos Estados Unidos, Reino Unido e Holanda.

O prazo para o envio das candidaturas, através da página http://candidaturas.ela.scml.pt, termina a 30 de abril. A candidatura selecionada será anunciada em finais de maio ou no início de junho.

Em declarações à Lusa, a coordenadora do programa, Rita Paiva Chaves, disse que o financiamento atribuído inclui, obrigatoriamente, o pagamento de uma bolsa a pelo menos um bolseiro de investigação científica da SCML, que irá colaborar com a equipa selecionada.

Rita Paiva Chaves adiantou que a Misericórdia de Lisboa pode entender dar o montante ao mesmo grupo de investigação nos anos seguintes, até um máximo de quatro anos, se o projeto de investigação o justificar.

A responsável precisou que o regulamento de bolseiros de investigação da SCML foi aprovado pela Fundação para a Ciência e Tecnologia e que o recrutamento será divulgado, nomeadamente, nos meios académicos e na imprensa.

A esclerose lateral amiotrófica, que afeta pacientes assistidos no Centro de Medicina de Reabilitação de Alcoitão da SCML, é uma doença neurodegenerativa rara.

Nesta patologia, os neurónios (células do sistema nervoso) motores "que conduzem a informação do cérebro aos músculos do corpo, passando pela medula espinhal, morrem precocemente", o que leva a que os músculos fiquem mais fracos, podendo haver atrofia muscular, explica no seu portal a Associação Portuguesa de Esclerose Lateral Amiotrófica.

A atrofia muscular pode afetar o movimento de pernas e braços, a fala, a deglutição ou a respiração.

O Programa de Investigação Científica em Esclerose Lateral Amiotrófica segue-se aos Prémios Santa Casa Neurociências, lançados em 2013.

As duas iniciativas pretendem, através de incentivos à investigação, abrir caminho a novas estratégias de prevenção e tratamento de doenças neurológicas.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório