Querem recrutar deficientes para festa de terror. Já há queixas

Anúncio para evento de terror, a solicitar pessoas deficientes para fazerem de psicopatas e zombies, levou a apresentação de uma queixa. A organização diz que o objetivo é que todos possam divertir-se.

© DR
País Evento

Em abril, Corroios, no Seixal, será palco de uma Zombieexperience, cujos organizadores acreditam tratar-se do primeiro evento profissional de ‘Survival Horror’ no país.

PUB

A ideia parece original, mas já está a causar polémica. E tudo por acusa de um anúncio lançado pela organização para contratar figurantes para o papel de zombies e psicopatas, com feições assustadoras.

“Qualquer tipo de estatura, aparência forma física, limitação ou deficiência é bem-vinda”, pode ler-se no anúncio. E é precisamente aqui que começa o que a organização considera “um mal-entendido”.

Joana Quaresma viu o anúncio e decidiu apresentar uma reclamação no Portal da Queixa, por considerar a proposta desumana e que atenta aos direitos humanos. Exige que o mesmo seja retirado e que a empresa seja punida.

Leonel Alves, da organização, defende-se dizendo que a referência a deficiências surgiu precisamente porque houve quem o contactasse a perguntar se o facto de não ter uma perna ou um braço poderia ser um impeditivo.

“Acho que foi tudo um mal-entendido, porque o que pretendemos é dar oportunidade a estas pessoas de se divertirem e terem uma experiência diferente”, explica ao Jornal de Notícias, admitindo que poderão ter falhado nas palavras.

Certo é que a organização já recebeu seis candidaturas de pessoas com deficiência.

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias Ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser