Meteorologia

  • 26 FEVEREIRO 2020
Tempo
15º
MIN 9º MÁX 17º

Edição

Motoristas avançam para tribunal contra administração

O Sindicato Nacional dos Motoristas anunciou hoje aos trabalhadores da Transportes Coletivos do Barreiro que avançou com uma ação judicial contra a administração da empresa por esta não considerar as deslocações entre serviços como tempo de trabalho.

Motoristas avançam para tribunal contra administração

O anúncio foi feito durante um plenário de trabalhadores promovido pelo sindicato, que representa cerca de um terço dos motoristas da empresa, e que se realizou hoje de manhã, altura em que a circulação das carreiras no concelho do Barreiro esteve condicionada.

"Demos conhecimento que já avançámos com uma ação judicial contra a administração porque esta insiste em não considerar o tempo de deslocação entre serviços como tempo de trabalho", disse à Lusa o sindicalista Manuel Oliveira.

O sindicalista lamentou que não tenha sido possível chegar a acordo com a administração da Transportes Coletivos do Barreiro (TCB) - serviço municipalizado dedicado aos transportes rodoviários, sobretudo "numa Câmara gerida pelo PCP, que lidera também a administração da empresa".

Questionado sobre a decisão, o vereador da Câmara do Barreiro com responsabilidades nos TCB, Rui Lopo, considerou que o sindicato tem "toda a legitimidade" para avançar para o tribunal, afirmando que aguarda o desenrolar do processo.

"Aguardamos que nos chegue a ação, o que ainda não aconteceu, e depois vamos responder. Se os argumentos foram os mesmos que apresentaram em reuniões connosco, penso que não tem fundamentação, mas isso serão os tribunais a decidir", disse à Lusa.

Manuel Oliveira disse ainda que o sindicato vai solicitar uma reunião com a administração para discutir as condições de trabalho dos motoristas.

"Os autocarros são antigos e andam a circular sem ar condicionado e sem 'chauffage' [aquecimento]. São condições de trabalho degradantes, com muitos motoristas a conduzirem de luvas ou de mantas das pernas. Para além disso também queremos discutir a higiene nas viaturas", referiu.

O vereador Rui Lopo admitiu existirem "coisas a corrigir" e assegurou que a administração está "disponível para conversar".

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório