Meteorologia

  • 28 MAIO 2020
Tempo
30º
MIN 20º MÁX 33º

Edição

Há 2,88 milhões de portugueses em risco de pobreza

No ano passado eram cerca de 122,6 milhões os residentes da União Europeia que estavam em risco de pobreza ou exclusão social, o que totaliza cerca de um quarto da população. Os dados, divulgados ontem pelo Eurostat e avançados pelo jornal Expresso, revelam ainda que em Portugal são 2,88 milhões as pessoas que se encontram nesta situação.

Há 2,88 milhões de portugueses em risco de pobreza

Em 2013 eram cerca de 122,6 milhões de pessoas que estavam em risco de pobreza e exclusão social na União Europeia. De acordo com o Expresso, que cita dados do Eurostat, este valor diz respeito a quase um quarto da população (24,5%).

Este valor sofreu uma ligeira redução comparativamente ao ano anterior (24,8%), contudo continua a ser superior ao registado em 2008 (23,8%).

Relativamente a Portugal, a percentagem de pessoas em risco de pobreza ou exclusão social aumentou de 26% em 2008 para 27,4% no ano passado. Esta percentagem revela que, em 2013, existiam 2,88 milhões de pessoas em risco de pobreza após transferências sociais, em privação material severa ou a viver num agregado familiar com baixa intensidade de trabalho, explica o Expresso.

Os países com maior número de pessoas nesta situação são a Bulgária (48%), a Roménia (40,4%), a Grécia (35,7%) e a Letónia (35,1%).

Em sentido oposto estão a República Checa, a Holanda, a Finlândia e a Suécia, todos com uma percentagem inferior a 17%.

O Eurostat refere ainda que nos últimos cinco anos apenas a Polónia, a Roménia, a Áustria, a Finlândia, a Eslováquia, a República Checa e a França apresentaram melhorias neste indicador.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório