Meteorologia

  • 21 OUTUBRO 2019
Tempo
17º
MIN 11º MÁX 19º

Edição

Violência doméstica faz 107 órfãos. Mas o que é feito deles?

Entre 2012 e 2013, 78 mulheres morreram vítimas de violência doméstica, deixando 107 crianças órfãs de mãe. O que acontece a estas crianças é ainda uma incógnita não se sabendo, como noticia hoje o jornal i, como reagem ao acontecido e como superam a dor.

Violência doméstica faz 107 órfãos. Mas o que é feito deles?

De acordo com jornal i, nos últimos dois anos a violência doméstica deixou 107 crianças órfãs de mãe, mas o que acontece a estas crianças é uma incógnita.

A União de Mulheres Alternativa e Resposta (UMAR) lamenta a situação e considera que deve haver mais intervenção nestes casos, até porque além de perderem as progenitoras, as crianças perdem também outro pilar importante nas suas vidas: o pai, que embora não morra fisicamente acaba por ser afastado.

O relatório nacional das comissões e proteção de crianças e jovens mostra que a exposição à violência doméstica ditou a ocorrência de 5.212 casos deste género, e que dentro deste número 161 crianças foram sujeitas a maus-tratos.

Especialistas consideram que é importante saber o que acontece a estas crianças uma vez que os traumas podem ter consequências a prazo, repetindo-se os ciclos de violência no futuro.

Elisabete Brasil, da UMAR, refere que existe conhecimento de casos em que a criança é integrada nos seus agregados familiares, mas que apresentam dificuldades, não se sabendo como é que conseguem superar esta situação.

A questão está a ganhar maior visibilidade após o crime de Soure, em Coimbra, em que a filha mais nova da família perdeu a mãe e a irmã mais velha e o pai, autor do crime e que se encontra em prisão preventiva.

Só este ano já morreram 30 mulheres vitimas de violência doméstica.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório