Meteorologia

  • 27 FEVEREIRO 2024
Tempo
11º
MIN 9º MÁX 14º

Condenado a 16 anos de prisão afirma que "mais valia ter matado"

Trio responsável por assaltos a restaurantes, cafés, farmácias e papelarias em Gondomar foi condenado a 16,12 e 11 anos de prisão. Ângelo Alves, que teve a pena mais pesada, não se conforma com a decisão do tribunal, refere o Jornal de Notícias.

Condenado a 16 anos de prisão afirma que "mais valia ter matado"
Notícias ao Minuto

08:38 - 28/08/14 por Notícias Ao Minuto

País Justiça

Foram ontem condenados a 16,12 e 11 anos de prisão, respetivamente, Ângelo Alves, José Filipe Ribeiro e Ricardo Santos.

O trio, formado a partir do conhecido gangue de Valbom, é acusado de sete roubos à mão armada e tentativa de matar dois inspetores da Polícia Judiciária.

O grupo causou o terror em assaltos a cafés, restaurantes, farmácias, papelarias e a uma ourivesaria, onde causaram mais de 16 mil euros em prejuízos. Todos os crimes decorreram em Gondomar.

O esquema foi desmantelado a 23 de agosto do ano passado durante um assalto ao restaurante Madureira. Os elementos já estavam sob escuta e vigiados pela PJ do Porto, conta o Jornal de Notícias. O cerco foi montado mas os três criminosos ainda tentaram fugir, tendo Ângelo Alves disparado na direção do inspetor-chefe e de um inspetor.

Detido, o grupo conheceu ontem a sua sentença, que foi considerada pelos seus familiares excessiva. Álvaro Alves afirmou, inclusivamente, que com a quantidade de anos a que tinha sido sujeito “mais valia ter matado alguém”.

O advogado dos arguidos diz que vai tentar obter a atenuação das penas.

Recomendados para si

;
Campo obrigatório