Meteorologia

  • 18 JULHO 2024
Tempo
22º
MIN 16º MÁX 33º

Rapper diz que GNR o impediu de dar concerto no Algarve. Militares negam

Oruam, que é filho de Marcinho VP, um dos principais líderes do Comando Vermelho, considerada uma das mais perigosas fações criminosas brasileiras, estava dentro de um veículo que foi fiscalizado pela Guarda, em Vilamoura, mas não terá sido alvo de nenhuma medida, ao contrário do que avança um site brasileiro.

Rapper diz que GNR o impediu de dar concerto no Algarve. Militares negam
Notícias ao Minuto

13:40 - 25/06/24 por Notícias ao Minuto

País Algarve

O rapper brasileiro Oruam garantiu esta segunda-feira nas redes sociais que uma fiscalização da Guarda Nacional Republicana (GNR), no fim de semana, em Albufeira, o impediu de dar um concerto em Vilamoura, no Algarve.

"Impedido de fazer meu show pela polícia", escreveu o artista na legenda do vídeo do momento, que mostra a ele e à sua equipa, assim como alguns militares da GNR.

Apesar de não ter entrado em detalhes, o vídeo de Oruam deu que falar nas redes sociais e o site  brasileiro Portal Leo Dias chegou mesmo a anunciar a sua detenção, algo que a GNR desmentiu, em declarações ao Notícias ao Minuto.

De acordo com esta força de segurança, o rapper estava apenas dentro do veículo TVDE que foi fiscalizado e não foi, em momento algum, alvo de "nenhuma medida", por isso, "não foi pela ação da GNR" que não deu o concerto que tinha marcado numa discoteca de Vilamoura.

Esclarece ainda a GNR que "o condutor do veículo, que não era o rapper, é que foi fiscalizado" e foi contra este que os militares levantaram um auto de contraordenação por ter sido encontrado estupefaciente dentro do carro e nenhum dos ocupantes ter assumido a posse do mesmo.

Entretanto, na rede social X, a GNR também contou o que aconteceu, reiterando que "após a fiscalização, o condutor e passageiros seguiram viagem, não tendo sido impedidos de qualquer ação".

Oruam é filho de Marcinho VP, um dos principais líderes do Comando Vermelho, considerada uma das mais perigosas fações criminosas brasileiras. O criminoso, de 54 anos, está detido desde os 26, portanto, Oruam nunca esteve com o pai fora da cadeia.

[Notícia atualizada às 14h23]

Leia Também: Antiga chefe da polícia condenada a prisão por roubar droga no trabalho

Recomendados para si

;
Campo obrigatório