Meteorologia

  • 14 JULHO 2024
Tempo
23º
MIN 15º MÁX 26º

Castanheira de Pera lança bolsas de estudo no próximo ano letivo

A Câmara de Castanheira de Pera vai dar, a partir do próximo ano letivo, bolsas de estudo aos alunos do concelho que frequentem o ensino superior, disse hoje o presidente da autarquia do norte do distrito de Leiria.

Castanheira de Pera lança bolsas de estudo no próximo ano letivo
Notícias ao Minuto

16:09 - 24/06/24 por Lusa

País bolsas de estudo

"Estimamos cerca de 20 bolsas (...). Na primeira matrícula, serão todos os alunos abrangidos por esta medida, a partir da segunda matrícula é com comprovativo de sucesso na frequência do curso", explicou António Henriques à agência Lusa, adiantando que o valor é de 1.500 euros anuais por aluno.

Estes valores "vão criar uma ajuda significativa a uma fase da vida que para os alunos é um desafio", mas "para as famílias é um desafio ainda maior em termos económicos", reconheceu António Henriques.

"O nosso objetivo é que o valor que vamos atribuir em termos de bolsa de estudo seja realmente diferenciador e tenha um impacto positivo no apoio económico às famílias", acrescentou.

A atribuição de bolsas de estudo é uma das medidas do projeto de regulamento "CastanhEiraDUCA", em fase de "tramitação da consulta pública".

"A nossa estratégia é criar medidas que ajudem a nossa comunidade, as nossas famílias, que diferencie, também, o nosso concelho de forma positiva naquele grande projeto que é a demografia", referiu o presidente do município.

Entre os censos de 2011 e 2021, Castanheira de Pera foi o concelho que mais perdeu população no distrito de Leiria em termos percentuais (17,11%).

Este concelho, o de menor dimensão do distrito e com menos população, tinha, em 2021, 2.645 habitantes, de acordo com dados do Instituto Nacional de Estatística.

Outra das medidas contempladas no regulamento é o alargamento da gratuitidade das refeições escolares a todos os alunos.

A oferta dos cadernos de atividades e de cabazes escolares a todos os alunos do concelho (incluindo o ensino secundário via regular), e a gratuitidade das atividades de animação e apoio à família estão, igualmente, previstas.

"O cabaz escolar é um 'voucher' que os alunos recebem todos, desde o 1.º até ao 9.º ano e este ano vai ser estendido ao 12.º ano no ensino regular, apesar de não termos o ensino secundário", disse.

Este 'voucher' permite a "aquisição de material na papelaria local de Castanheira de Pera e na papelaria das escolas" durante o ano letivo, precisou o autarca.

"O ano passado, [o 'voucher' foi de 30 euros. Este ano, pelo menos 30 euros será. Vamos ver se conseguimos dar mais algum apoio nesse capítulo", declarou o autarca.

"Este regulamento tem dois objetivos, regulamentar algumas medidas que já temos vindo a implementar ao longo destes últimos dois anos e meio e outras que a lei assim define, e criar novas medidas", esclareceu António Henriques.

As medidas no âmbito do "CastanhEiraDUCA" representam um investimento de cerca 110 mil euros por ano letivo, "numa área essencial que é a educação".

"Tem sido uma premissa deste executivo o apoio e a criação de medidas diferenciadoras na educação e, portanto, este regulamento vem evidenciar isso mesmo", acrescentou.

Segundo o autarca, o concelho tem uma escola do 1.º ciclo com pré-escolar e outra com 2.º e 3.º ciclos, com cerca de 240 alunos.

Leia Também: Pedrógão. Bombeiros alertam para falta de voluntários e pedem benefícios

Recomendados para si

;
Campo obrigatório