Meteorologia

  • 23 JULHO 2024
Tempo
23º
MIN 23º MÁX 37º

Valores de pólen na atmosfera elevados na próxima semana no continente

A concentração de pólen na atmosfera regista valores de risco elevado em todo o país, com exceção do Algarve e Açores, a partir de sexta-feira, indicou hoje a Sociedade Portuguesa de Alergologia e Imunologia Clínica (SPAIC).

Valores de pólen na atmosfera elevados na próxima semana no continente
Notícias ao Minuto

16:48 - 20/06/24 por Lusa

País SPAIC

A SPAIC dá conta que a polinização de plantas como a gramínea e as urticáceas irá atingir valores de "risco elevado" entre sexta-feira e 27 de junho no continente.

Segundo a SPAIC, a partir de sexta-feira a concentração de pólen atmosférico deverá registar valores que poderão atingir até um risco elevado em todo o país, com exceção do Algarve e do Arquipélago dos Açores, onde a concentração polínica se deverá manter moderada.

No Arquipélago da Madeira a concentração polínica mantém-se baixa.

A SPAIC destaca a polinização proveniente das ervas gramíneas e urticáceas (incluindo a parietária), atingindo valores de risco elevado para os doentes alérgicos a estes pólenes, em algumas regiões do país, observando-se também a polinização proveniente de árvores como a oliveira, castanheiro, sobreiro e carvalhos e também das ervas tanchagem, urtiga, azeda, quenopódios e bredos.

Em Vila-Real (região de Trás-Os-Montes e Alto Douro) a concentração de pólen no ar irá registar valores de risco moderado a elevado, destacando-se os grãos pólen das oliveiras, castanheiros, sobreiros e carvalhos e das ervas gramíneas, tanchagem, quenopódio, bredo, azeda, urtiga e urticáceas (inclui a parietária).

No Porto (região de Entre Douro e Minho), a concentração de pólen na atmosfera irá registar valores de risco moderado a elevado, das mesmas árvores.

Em Coimbra (região da Beira Litoral), a concentração de pólen na atmosfera irá registar valores de risco moderado a elevado nas mesmas espécies, enquanto em Castelo Branco (região da Beira Interior), a concentração de pólen na atmosfera irá registar valores de risco moderado a elevado.

Na grande Lisboa (que inclui região de Lisboa e Setúbal), a concentração de pólen na atmosfera irá registar valores de risco moderado a elevado, com destaque dos grãos de pólen das oliveiras, sobreiros e carvalhos e das ervas gramíneas, azeda, tanchagem, quenopódio, bredo, urtiga e urticáceas (inclui a parietária).

Na região do Alentejo, a concentração de pólen na atmosfera irá igualmente atingir valores de risco moderado a elevado, com destaque dos grãos provenientes das oliveiras, castanheiros, eucaliptos e sobreiros e das ervas gramíneas, azeda, tanchagem, quenopódio, bredo, urtiga e urticáceas (inclui a parietária).

No Algarve, a concentração de pólen irá registar valores de risco moderado para as mesmas espécies.

De acordo com as previsões, na Região Autónoma da Madeira a concentração de pólen na atmosfera será baixa, com grãos de pólen dos ciprestes e eucaliptos e também das ervas gramíneas, urtiga e urticáceas (incluindo a parietária).

Nos Açores) a concentração de pólen na atmosfera será baixa a moderada, com pólenes das árvores cipreste (e/ou criptoméria), pinheiro, eucalipto e castanheiro e também das ervas gramíneas, tanchagem, urtiga e urticáceas (inclui a parietária).

Leia Também: Portugal a 'amarelo' devido à chuva e trovoada (mas há uma exceção)

Recomendados para si

;
Campo obrigatório