Meteorologia

  • 12 JULHO 2024
Tempo
17º
MIN 16º MÁX 27º

Freguesias de Ramalde e centro histórico pedem mais policiamento no Porto

Os presidentes das juntas de freguesias do centro histórico do Porto e de Ramalde, a segunda maior freguesia da cidade, apelaram hoje ao reforço de policiamento nas ruas e efetivos nas esquadras.

Freguesias de Ramalde e centro histórico pedem mais policiamento no Porto
Notícias ao Minuto

23:56 - 17/06/24 por Lusa

País Porto

No período dedicado à intervenção das freguesias na sessão da Assembleia Municipal, o presidente da União de Freguesias do centro histórico, Nuno Cruz, salientou a necessidade de existirem "mais agentes" nas ruas da baixa.

"Precisamos urgentemente de ver polícia nas nossas ruas", afirmou Nuno Cruz, apelando à nova ministra da Administração Interna maior atenção nesta matéria.

"A polícia precisa de estar nas ruas porque é um fator dissuasor (...) Não queremos que o nosso sentimento de insegurança seja notícia lá fora", acrescentou, defendendo a necessidade do Governo se focar em resolver este problema.

Também a presidente da junta de freguesia Ramalde, Patrícia Rapazote, relatou os problemas de insegurança que se têm vivido naquela que é a segunda maior freguesia da cidade do Porto.

"Temos cada vez mais assaltos", observou, deixando um apelo ao Governo para que reforce o policiamento de proximidade.

Patrícia Rapazote disse ainda esperar que Ramalde possa vir a integrar a terceira fase do sistema de videovigilância.

Em maio, os presidentes da Câmara do Porto e de Lisboa defenderam a necessidade de o efetivo da PSP e da Polícia Municipal ser reforçado nas duas cidades, onde afirmaram ter existido um decréscimo da sua visibilidade.

No Porto existem atualmente 200 elementos afetos à Polícia Municipal, mas o seu contingente deveria ser de 300 efetivos.

"Sabemos que o anterior ministro da Administração Interna anunciou que iria haver um reforço de efetivos, mas até agora não conhecemos o cronograma e estamos à espera que este Governo nos anuncie qual é o cronograma possível", referiu o presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira.

Leia Também: Moedas e MAI em sintonia quanto a mais policiamento nas ruas

Recomendados para si

;
Campo obrigatório