Meteorologia

  • 23 JULHO 2024
Tempo
25º
MIN 23º MÁX 37º

Sem-abrigo detido por ferir jovens com garrafa em assalto no Martim Moniz

Jovens ficaram gravemente feridos.

Sem-abrigo detido por ferir jovens com garrafa em assalto no Martim Moniz
Notícias ao Minuto

16:42 - 17/06/24 por Notícias ao Minuto

País Lisboa

A Polícia de Segurança Pública (PSP) deteve, no passado dia 15 de junho, em cumprimento de um mandado de detenção, um jovem, de 25 anos, fortemente indiciado pela prática de um crime de roubo qualificado e de dois crimes de ofensas à integridade física grave.

A PSP explica, num comunicado esta segunda-feira, que "na noite de 12 para 13 de junho, no Martim Moniz, dois jovens foram vítimas de uma tentativa de roubo e de agressões graves perpetradas por um grupo de indivíduos que momentos antes os tinham assediado com a venda de produto estupefaciente". 

"Ao rejeitarem o que lhes era oferecido para compra, o grupo de indivíduos tornou-se agressivo, rodeou os dois jovens e de forma intimidatória, com recurso a uma garrafa partida, exigiu-lhes todos os bens que trouxessem consigo", informa a PSP. 

"Ao resistirem e procurarem fugir ao grupo", ambos foram "agredidos com a garrafa partida", de "forma grave", tendo "obrigado a internamento, cirurgia e reconstrução facial". Num dos casos, "o ofendido seria gravemente agredido no pescoço, e tendo, conforme ficaria plasmado em relatório médico, existido grave perigo à sua vida".

A PSP efetuou "diligências investigatórias necessárias para a rápida identificação e interceção do suspeito". 

"Após se ter materializado toda a prova indiciária à autoria, pelo suspeito, de um crime de roubo e dois crimes de ofensas graves, face à gravidade dos factos e ao perigo de continuação de uma atividade ilícita grave e perturbadora da vivência em sociedade, foi emitido mandado de detenção fora do flagrante delito por Autoridade de Polícia Criminal", refere a mesma nota.

O suspeito, "sem-abrigo e com um historial de prática de crimes graves", irá ser presente a primeiro Interrogatório Judicial a fim de lhe ser aplicada uma medida de coação apta a cessar com a sua conduta criminosa grave e violenta.

Leia Também: GNR deteve suspeito de atropelamento mortal em corrida ilegal em Braga

Recomendados para si

;
Campo obrigatório