Meteorologia

  • 18 JULHO 2024
Tempo
22º
MIN 16º MÁX 33º

Câmara assume gestão de imóveis ligados à comunidade piscatória de Tavira

A Câmara de Tavira, no distrito de Faro, assumiu hoje a gestão plena da Igreja de São Pedro Gonçalves Telmo e do edifício do Compromisso Marítimo, dois imóveis "com uma forte ligação" aos pescadores, disse a presidente do município.

Câmara assume gestão de imóveis ligados à comunidade piscatória de Tavira
Notícias ao Minuto

20:19 - 12/06/24 por Lusa

País Tavira

"São dois imóveis que tinham sido cedidos à Câmara, através de contratos de comodato, há vários anos, pelo Instituto de Gestão Financeira da Segurança Social, assumindo hoje a autarquia a sua gestão plena", especificou à Lusa a presidente da Câmara de Tavira.

Os dois imóveis foram reabilitados pelo município - a igreja em 2016 e o edifício onde funcionou em tempos a designada Casa dos Pescadores, em 2022 -, num investimento global de 850 mil euros, comparticipado em 362 mil por fundos comunitários.

De acordo com Ana Paula Martins, "desde há algum tempo que a autarquia tinha manifestado o interesse em ficar com a gestão plena dos imóveis, dado que as empreitadas de reabilitação foram suportadas pelo município".

Segundo a autarca, a Igreja de São Pedro Gonçalves Telmo, conhecida como a Igreja das Ondas, "mantém uma forte ligação à comunidade piscatória, o mesmo sucedendo com o edifício do Compromisso Marítimo, onde durante muitos anos funcionou a designada Casa dos Pescadores e os serviços da Segurança Social".

Ana Paula Martins explicou que no edifício funciona agora a sede da Junta de Freguesia de Tavira, "mantendo-se, assim, ao serviço da população".

"Já a igreja, como Tavira era conhecida como a terra das igrejas e não tínhamos igrejas abertas, a autarquia decidiu desde 2017 manter o edifício aberto todo o ano, como de interesse público e para mostrar um pouco da história e do património", concluiu.

Leia Também: Associação pela bicicleta queixa-se da atuação policial em Tavira e Porto

Recomendados para si

;
Campo obrigatório