Meteorologia

  • 18 JUNHO 2024
Tempo
17º
MIN 16º MÁX 21º

Celebrações do 10 de Junho prosseguem com Marcelo e Montenegro na Suíça

As comemorações do Dia de Portugal prosseguem a partir de hoje na Suíça, com o Presidente e o primeiro-ministro a celebrarem o 10 de Junho junto da segunda maior comunidade de emigrantes portugueses no mundo.

Celebrações do 10 de Junho prosseguem com Marcelo e Montenegro na Suíça
Notícias ao Minuto

06:40 - 11/06/24 por Lusa

País 10 de Junho

Depois das comemorações do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas em três concelhos do distrito de Leiria afetados pelos incêndios de 2017 -- Pedrógão Grande, Figueiró dos Vinhos e Castanheira de Pera -- e Coimbra, Marcelo Rebelo de Sousa e Luís Montenegro estão entre hoje e quarta-feira na Suíça, naquela que é a primeira deslocação conjunto de ambos ao estrangeiro.

As celebrações têm início hoje à tarde em Genebra, com um encontro com alunos do ensino de português no estrangeiro, que terão oportunidade de colocar questões a Marcelo e a Montenegro, seguido de um encontro com a comunidade portuguesa, que culminará com um concerto da fadista Cuca Roseta.

Na quarta-feira, as celebrações terão lugar em Zurique, mas só depois de uma 'escala' na capital, Berna, para um encontro e almoço com a Presidente da Confederação Suíça, Viola Amherd.

Em Zurique, Marcelo Rebelo de Sousa e Luís Montenegro têm previstos encontros com representantes da comunidade portuguesa e com a própria comunidade, este último também finalizado com um momento musical, um concerto de música clássica por jovens músicos portugueses, que encerrarão o programa da dupla comemoração na Suíça.

A delegação parlamentar desta 'segunda parte' das comemorações do Dia de Portugal -- as primeiras que Marcelo Rebelo de Sousa assinala com o atual primeiro-ministro, Luís Montenegro, que tomou posse no início de abril passado -- é constituída pelos deputados Hugo Carneiro (PSD), Pedro Coimbra (PS), Rui Paulo Sousa (Chega), Mariana Leitão (Iniciativa Liberal), Fabian Figueiredo (Bloco de Esquerda), Alfredo Maia (PCP), Paulo Muacho (Livre) e Paulo Núncio (CDS-PP).

Quando assumiu a chefia do Estado, em 2016, Marcelo Rebelo de Sousa lançou, em articulação com o então primeiro-ministro, António Costa, e com a participação de ambos, um modelo inédito de duplas comemorações do 10 de Junho, primeiro em Portugal e depois junto de comunidades portuguesas no estrangeiro.

A Suíça é o sétimo país estrangeiro a acolher a celebração, após França (2016), Brasil (2017), Estados Unidos (2018), Cabo Verde (2019), Reino Unido (2022) e África do Sul (2023), sendo que em 2020 e 2021 só houve cerimónias em Portugal devido à pandemia da covid-19.

O Presidente da República, que já realizou uma viagem oficial à Suíça em 2016, tem novos compromissos no país helvético no final da semana, já que chefiará a delegação portuguesa à Cimeira de Paz para a Ucrânia que vai decorrer perto de Lucerna nos dias 15 e 16, e na qual será acompanhado pelo ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros, Paulo Rangel.

Leia Também: 10 de Junho. Após comemorações, autarcas defendem trabalho conjunto

Recomendados para si

;
Campo obrigatório