Meteorologia

  • 17 JULHO 2024
Tempo
18º
MIN 16º MÁX 29º

Um dos feridos na queda de ultraleve em Leiria já teve alta

Uma das duas vítimas da queda de um ultraleve no aeródromo do Falcão, em Leiria, já teve alta, enquanto a outra ainda vai realizar um novo exame, disse hoje à Lusa fonte hospitalar.

Um dos feridos na queda de ultraleve em Leiria já teve alta
Notícias ao Minuto

11:30 - 07/06/24 por Lusa

País Acidente

A queda de um ultraleve provocou na quinta-feira ao início da noite ferimentos graves aos dois ocupantes e obrigou ao corte da Estrada Nacional (EN) 109, em Leiria, disse na ocasião, à agência Lusa, o vereador com o pelouro da Proteção Civil, Luís Lopes.

Contactado pela Lusa, o Gabinete de Prevenção e Investigação de Acidentes com Aeronaves e de Acidentes Ferroviários disse que foi notificado do acidente, acrescentando que vai investigar a ocorrência.

As vítimas foram transportadas para o Hospital de Santo André, da Unidade Local de Saúde da Região de Leiria. Fonte daquela unidade de saúde adiantou hoje à Lusa que um dos homens teve alta, enquanto o outro, que sofreu uma fratura no crânio, vai realizar um novo exame.

Segundo Luís Lopes, o ultraleve ia fazer a aproximação ao aeródromo do Falcão, na União de Freguesias Marrazes e Barosa, em Leiria, quando embateu na berma da EN 109, contígua à infraestrutura, acabando por partir-se.

O comandante dos Bombeiros Voluntários de Leiria, Paulo Grilo, acrescentou à Lusa que na aproximação à pista, já em queda, a "aeronave embateu num cabo de baixa tensão e fez poiso na berma da EN109, ficando partida ao meio num terreno envolvente ao aeródromo, fora de estrada".

As duas vítimas são dois homens, de 32 e 39 anos, ambos portugueses, referiu o vereador da Câmara de Leiria.

Fonte do Comando Sub-regional de Emergência e Proteção Civil da Região de Leiria adiantou ainda, pelas 20:00, que os dois ocupantes ficaram encarcerados na sequência do acidente com o ultraleve.

Ao local acorreram meios dos bombeiros, da Polícia de Segurança Pública (PSP), da Proteção Civil Municipal, da empresa E-Redes e do Instituto Nacional de Emergência Médica.

De acordo com o Comando Sub-regional de Emergência e Proteção Civil da Região de Leiria, o alerta para o acidente aéreo foi feito às 19:11 e às 20:00 estavam no local 21 operacionais apoiados por oito viaturas.

Fonte do Comando Distrital de Leiria da PSP acrescentou que o ultraleve estaria com problemas e o acidente ocorreu quando tentava regressar à pista.

Leia Também: Queda de aeronave junto a aeródromo faz dois feridos em Leiria

Recomendados para si

;
Campo obrigatório