Meteorologia

  • 18 JUNHO 2019
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 17º

Edição

Jardim do Torel transformado em 'praia' já esta sexta-feira

O jardim do Torel, situado na freguesia de Santo António, em Lisboa, vai ser transformado numa 'praia' durante o mês de agosto, o que agrada a vários moradores, mas deixa alguns comerciantes apreensivos.

Jardim do Torel transformado em 'praia' já esta sexta-feira
Notícias ao Minuto

18:24 - 30/07/14 por Lusa

País Lisboa

Na sexta-feira é inaugurada neste jardim, a cerca de cinco minutos da Avenida da Liberdade, uma 'praia urbana' que visa recriar aquilo que uma praia costuma oferecer, desde uma zona para ir banhos, através de um lago com profundidade entre 90 centímetros e 1,50 metros (que terá capacidade total para 50 pessoas e será vigiado por dois nadadores-salvadores) a um espaço de 400 metros quadrados com areia para estender a toalha, no qual serão colocados 60 chapéus-de-sol.

Em declarações à agência Lusa, o presidente da Junta de Freguesia de Santo António, Vasco Morgado, explicou hoje que este conceito se prende com uma tradição dos lisboetas. "Todos nós em pequenos já mergulhámos dentro de um lago" na cidade, recordou.

De entrada gratuita, a 'praia' estará disponível não só para os fregueses como para toda a cidade até 31 de agosto, oferecendo também atividades físicas, atuações de DJ e cinema ao ar livre.

O objetivo é "trazer as pessoas para o centro e mostrar o que de bom tem esta zona", adiantou Vasco Morgado.

Ao todo, foram investidos 7.400 euros, mas, segundo o autarca, a iniciativa não representou qualquer custo para o erário público, já que são os patrocinadores a acarretar todos os custos.

A maioria destes patrocinadores pertence à freguesia de Santo António, quem estará a explorar o bar é um comerciante local e o mesmo acontece com a concessão dos gelados e da limonada.

No final, o dinheiro atribuído à iniciativa e que não for gasto vai ser usado para fazer "pequenas recuperações" nos restantes jardins da zona, adiantou Vasco Morgado.

O conceito agrada grande parte dos moradores ouvidos hoje pela agência Lusa no jardim do Torel. Alexandre Falcão mora na freguesia há 40 anos e referiu que esta é uma "ideia ótima" porque "as pessoas não têm dinheiro para ir para a praia" e em Santo António não mora "muita gente abonada".

Sentado num banco ali perto estava Alfredo Rodrigues, com a sua cadela Isa, que admitiu estar a pensar visitar a 'praia' porque mora "mesmo ao pé". Como já está reformado, costuma frequentar o jardim, "seja de verão ou de inverno", acrescentou.

A jovem Ana Lázaro também reside perto daquele espaço e indicou que, apesar de este lhe parecer um "conceito interessante", vai "espreitar" o espaço, mas não tenciona usá-lo.

A pequena Lúcia Fortunato passeava pelo jardim com os pais e confessou que gostou da iniciativa e quer lá ir "muitas vezes".

Opiniões diferentes têm comerciantes das ruas circundantes ao jardim. Cláudio Giraldez, proprietário de um cabeleireiro na Rua do Telhal, receia que a zona venha a ser "ainda mais mal frequentada".

Por sua vez, Vera Lourenço, funcionária de uma pastelaria no mesmo troço, duvida que as pessoas vão sair de lá para ir ao seu estabelecimento, até porque o bar no Torel "vai aumentar um bocadinho a concorrência".

O proprietário de um restaurante na Rua da Fé, José Meireles, considerou que "não vai fazer grande diferença" para o seu negócio, reconhecendo, contudo, que este pode ser um "projeto bom".

A 'praia' do Torel vai funcionar todos os dias entre as 10:00 as 20:00, tendo horários mais alargados ao fim de semana, com as festas de final do dia a começarem às 19:00, a escalada a funcionar entre as 19:00 e as 20:00 e o cinema ao ar livre a ser projetado nas paredes do lago às 21:30 de sábado.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório