Meteorologia

  • 20 JUNHO 2024
Tempo
20º
MIN 15º MÁX 22º

Detido por ameaça ao Chega "internado" (e AR foi evacuada por precaução)

Suspeito "apresentava um comportamento anómalo e não tinha um discurso coerente", pelo que a PSP o encaminhou para uma unidade hospitalar em vez de dar voz de detenção.

Detido por ameaça ao Chega "internado" (e AR foi evacuada por precaução)
Notícias ao Minuto

15:43 - 23/05/24 por Daniela Carrilho

País CHEGA

O porta-voz da Polícia de Segurança Pública (PSP), o subintendente Sérgio Soares, prestou um esclarecimento aos jornalistas sobre a alegada ameaça de bomba na sede do partido Chega, revelando que o suspeito foi conduzido ao Hospital São Francisco Xavier, em Lisboa, "onde irá ser avaliado".

O suspeito, de 59 anos, "apresentava um comportamento anómalo e não tinha um discurso coerente" pelo que o procedimento da PSP "não foi de proceder à detenção, mas sim de conduzir a unidade hospitalar".

A PSP indicou, posteriormente e através de comunicado, que o homem "foi conduzido ao Hospital São Francisco Xavier para avaliação clínica, onde ficou internado".

A PSP destacou ainda que as motivações do suspeito "são ainda desconhecidas".

O porta-voz da PSP revelou também que o "indivíduo foi rapidamente intercetado, assim como a mochila na qual ele informou que estavam os engenhos explosivos", no entanto, após a Unidade Especial de Polícia ser acionada - através do Centro de Inativação de Engenhos Explosivos e do Grupo Operacional Cinotécnico -, verificou que, no interior da mochila, "não se encontrava qualquer engenho explosivo" e "foi dada por terminada a ocorrência".

"Quereria matar-me". Homem detido por ameaça de bomba na sede do Chega

"Fui informado agora de que alguém teria entrado ou tentado entrar na nossa sede. Disse que transportava um engenho explosivo e que me quereria matar", avançou André Ventura.

Notícias ao Minuto com Lusa | 11:55 - 23/05/2024

Além do edifício do Chega ter "sido evacuado" e ter sido criado "um perímetro de segurança nas ruas envolventes", a circulação foi cortada na Rua Miguel Lupi, onde fica situada a sede do Chega, e na Calçada da Estrela, mas foi entretanto reaberta, cerca das 14h30.

O porta-voz da PSP disse também que foram retiradas "algumas pessoas" das "zonas adjacentes" à Assembleia da República mais perto da Calçada da Estrela, e o próprio Parlamento foi também evacuado - "apenas como medida de precaução".

Leia Também: "Quereria matar-me". Homem detido por ameaça de bomba na sede do Chega

Recomendados para si

;
Campo obrigatório