Meteorologia

  • 22 JUNHO 2024
Tempo
27º
MIN 14º MÁX 27º

Prestação de Marcelo agrada? Maioria dá nota negativa ou razoável

Foram 44% os inquiridos que classificaram a atuação de Marcelo como razoável. A sondagem indica que 30% dos inquiridos dão nota negativa ao Presidente, com 17% a classificar como má e 13% como muito má a prestação do chefe de Estado.

Prestação de Marcelo agrada? Maioria dá nota negativa ou razoável
Notícias ao Minuto

20:58 - 20/05/24 por Notícias ao Minuto

País Marcelo Rebelo de Sousa

Marcelo Rebelo de Sousa foi eleito Presidente da República de Portugal, pela primeira vez, há oito anos. No entanto, as polémicas em que esteve envolvido nos últimos tempos, como o caso das gémeas luso-brasileiras ou a necessidade de uma reparação às ex-colónias, parecem ter afetado a imagem do Presidente. Segundo uma sondagem da TVI/CNN Portugal a maioria dos inquiridos classificou a prestação de Marcelo como "razoável" ou "má". 

Foram 44% os inquiridos que classificaram a atuação de Marcelo como razoável. A sondagem indica que 30% dos inquiridos dão nota negativa ao Presidente, com 17% a classificar como má e 13% como muito má a prestação do chefe de Estado.

Satisfeitos com Marcelo estão 5% dos inquiridos que deram um "muito bom" ao Presidente e 20% que classificaram a sua prestação como boa.

Sobre as recentes declarações de Marcelo Rebelo de Sousa sobre o colonialismo e a necessidade de uma reparação às antigas colónias, 82% dos inquiridos garantiram ter tomado conhecimento da opinião do Presidente português. Apenas 18% das pessoas responderam não ter conhecimento das declarações feitas pelo chefe de Estado. 

Sobre a reparação às ex-colónias, defendida por Marcelo Rebelo de Sousa, 74% dos inquiridos estão contra e 18% concordam.

Marcelo afirmou ainda, na mesma ocasião, que António Costa é lento por ser oriental e que o primeiro-ministro, Luís Montenegro, tem comportamentos rurais. A maioria dos inquiridos (53%) considerou que as afirmações foram inadequadas, enquanto 32% referiram que eram totalmente desrespeitosas. Já 13% dos inquiridos consideraram que as declarações de Marcelo foram espontâneas. 

Leia Também: Marcelo "não pode comentar" processo do Chega e polémica de Aguiar-Branco

Recomendados para si

;
Campo obrigatório