Meteorologia

  • 21 JUNHO 2024
Tempo
18º
MIN 15º MÁX 24º

Nunca é demais recordar. As informações a dar quando liga ao SNS24 ou 112

A DGS recordou que informações dar quando liga o para SNS 24 e para o Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM). Fique também a par de quando deve ligar para qual.

Nunca é demais recordar. As informações a dar quando liga ao SNS24 ou 112
Notícias ao Minuto

23:43 - 19/05/24 por Notícias ao Minuto

País Saúde

A Direção-Geral da Saúde (DGS) recordou, este domingo, que informações dar quando liga o para SNS 24 e para o Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM).

Numa nota, publicada na rede social Facebook, a DGS disse ser "fundamental fornecer todos os dados solicitados pelo técnico ou técnica que encontrar do outro lado da linha", uma vez que "a resposta de emergência depende da qualidade da informação".

Se precisar de ligar para o SNS (808 24 24 24), em caso de "um problema de saúde não emergente", deve disponibilizar o seu número de utente do Serviço Nacional de Saúde (SNS), o seu nome e a data de nascimento. 

"Se não é o próprio a contactar, esteja junto do utente  no momento da chamada e tenha consigo os dados de identificação do mesmo", indicou a DGS.

Já no seu site, a DGS indica que deve ligar para o SNS 24 quando sente "dor ligeira a moderada" ou tiver "tosse persistente, febre, náuseas ou vómito alimentar, diarreia, alteração da tensão arterial (sem outras queixas)" e comichão ou alterações de pele". No caso das crianças, o "choro persistente" é também sinal de alerta.

Já se precisar de ligar para o 112, número do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), num caso "grave ou de risco de vida", deve "descrever a situação e a localização onde se encontra" e responder a "todas as questões que lhe são colocadas".

São consideradas situações "graves ou de risco de vida", a "alteração do estado de consciência, suspeita de AVC (alteração da fala, face ou força), engasgamento, dificuldade em respirar, acidentes com feridos(s), dor no peito, hemorragias abundantes ou incontroláveis e queimaduras graves ou em zonas sensíveis".

Segundo lembra a DGS, só poderá desligar a chamada "apenas quando receber indicação".

Leia Também: Ordem: Orientação sobre partos mantém poder de enfermeiros especialistas

Recomendados para si

;
Campo obrigatório