Meteorologia

  • 21 MAIO 2024
Tempo
18º
MIN 13º MÁX 20º

Mendes Godinho diz que privatização dos jogos sociais é "inadmissível"

A ex-ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social Ana Mendes Godinho afirmou hoje desconhecer qualquer intenção de privatização dos jogos sociais e defendeu que essa hipótese "não faz qualquer sentido".

Mendes Godinho diz que privatização dos jogos sociais é "inadmissível"
Notícias ao Minuto

21:25 - 15/05/24 por Lusa

Economia Santa Casa

Ana Mendes Godinho esteve a ser ouvida na Comissão Parlamentar de Trabalho, Segurança Social e Inclusão, sobre a sustentabilidade financeira da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa (SCML) e a internacionalização dos jogos sociais.

Na sequência de algumas perguntas de deputados sobre a possibilidade de privatização dos jogos sociais, Ana Mendes Godinho assegurou que "isso nunca esteve sequer em avaliação ou equação" durante o seu mandato.

"Posso transmitir-vos a minha posição de ser frontalmente contra e de não fazer qualquer sentido. Estou certa e convicta e espero que seja também essa a opinião do novo Governo porque seria mesmo inadmissível", defendeu.

"A privatização dos jogos sociais não faz qualquer sentido", frisou.

Garantiu ainda que durante o seu mandato não esteve em nenhuma reunião onde o assunto tivesse sido abordado, afirmando que foi tema que nunca esteve em cima da mesa.

"Seria uma ameaça inaceitável relativamente à missão da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa", defendeu.

Leia Também: Alínea sobre privatização de jogos dependia de aprovação, diz ex ministra

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório