Meteorologia

  • 20 MAIO 2024
Tempo
21º
MIN 13º MÁX 21º

Negociações para recuperação do tempo de serviço começam a 3 de maio

As negociações entre Governo e sindicatos para a recuperação do tempo de serviço dos professores iniciam-se formalmente em 03 de maio, anunciou hoje o Ministério da Educação, que convocou para esse dia reuniões com as 12 estruturas representativas.

Negociações para recuperação do tempo de serviço começam a 3 de maio
Notícias ao Minuto

20:12 - 24/04/24 por Lusa

País Docentes

As reuniões no Ministério da Educação, Ciência e Inovação, em Lisboa, iniciam-se às 08h30 com a Federação Nacional dos Professores (Fenprof), prosseguem às 10h15 com a Federação Nacional da Educação (FNE) e terminam entre as 12h00 e as 13h30 com ASPL, FENEI, FEPECI, Pró-Ordem, SEPLEU, SIPE, SIPPEB, SNPL, SPLIU e Stop.

Segundo uma nota hoje divulgada pelo ministério, o processo negocial visa também "outras medidas de valorização da carreira" docente.

Na quinta-feira, no final de uma jornada de reuniões com sindicatos, as primeiras desde que assumiu o cargo, o ministro da Educação, Fernando Alexandre, revelou-se disponível para negociar a recuperação do tempo de serviço, salientando que a proposta do Governo prevê começar a devolução este ano e os restantes 80% nos próximos quatro anos da legislatura.

O ministro lembrou que os vários sindicatos apresentaram fórmulas muito diferentes para a reposição do tempo de serviço.

A maioria defende uma recuperação em três anos (33% por ano), mas também houve quem propusesse 60% nos dois primeiros anos e 40% nos dois últimos, ou então 25% ao ano. O Stop, por exemplo, defendeu uma recuperação em apenas dois anos, ou seja, 50% em cada ano.

Leia Também: Fenprof diz que Governo poderá "semear a intranquilidade nas escolas"

Recomendados para si

;
Campo obrigatório