Meteorologia

  • 27 MAIO 2024
Tempo
14º
MIN 14º MÁX 22º

Preventiva para mulher que matou companheiro em Olhão

Uma juíza de instrução criminal de Faro decretou hoje a prisão preventiva de uma mulher que, alegadamente sob o efeito do álcool, agrediu mortalmente o marido com uma faca na passada sexta-feira, informou o Ministério Público.

Preventiva para mulher que matou companheiro em Olhão
Notícias ao Minuto

16:41 - 22/04/24 por Lusa

País Olhão

"O Ministério Público pediu a prisão preventiva da detida, o que foi deferido pela Sra. Juíza de Instrução Criminal", segundo um comunicado da Procuradoria da República da Comarca de Faro.

Esta decisão foi tomada depois de a Procuradora da República da secção de Olhão do Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) ter apresentado hoje ao Juízo de Instrução Criminal de Faro, para primeiro interrogatório judicial, uma mulher de 35 anos que estava indiciada pela prática de um crime de homicídio qualificado do seu companheiro, de 50 anos.

De acordo com o relato do Ministério Público, na passada sexta-feira, numa casa em Olhão, "a detida mordeu o companheiro na testa" e, em seguida, cerca das 23:00, depois de o acusar de ter uma amante, a suspeita "muniu-se com uma faca" e, aparentemente embriagada, "golpeou o companheiro na região peitoral direita e na região dorsal esquerda, provocando-lhe a morte".

Fonte policial disse à agência Lusa no sábado que, após o crime, que ocorreu na passada sexta-feira, "a mulher abandonou o local" e no dia seguinte de manhã "entregou-se na esquadra da PSP" na cidade algarvia.

Após a agressão, a vítima ainda foi socorrida no local pelas equipas de emergência, mas não foi possível fazer a reanimação, tendo o óbito sido declarado no local pelo médico do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM).

A investigação deste caso está a cargo da diretoria do sul da Polícia Judiciária.

Leia Também: Mulher mata marido à facada em Olhão. Entregou-se voluntariamente na PSP

Recomendados para si

;
Campo obrigatório