Meteorologia

  • 20 MAIO 2024
Tempo
13º
MIN 13º MÁX 20º

Ex-ministro socialista Jorge Coelho homenageado a título póstumo

A Câmara Municipal de Mangualde vai homenagear na próxima quinta-feira, a título póstumo, o antigo ministro e dirigente socialista Jorge Coelho, com a entrega da Medalha de Ouro da Cidade.

Ex-ministro socialista Jorge Coelho homenageado a título póstumo
Notícias ao Minuto

13:42 - 22/04/24 por Lusa

País Mangualde

Jorge Coelho, que morreu em 07 de abril de 2021, aos 66 anos, foi ministro de várias pastas nos governos de António Guterres: ministro Adjunto, ministro da Administração Interna e ministro da Presidência e do Equipamento Social.

A partir de 1992, com Guterres na liderança do PS, Jorge Coelho foi secretário nacional para a organização, contribuindo para a vitória eleitoral dos socialistas nas legislativas de outubro de 1995.

Natural de Mangualde, no distrito de Viseu, Jorge Coelho era empresário, mas continuou sempre a acompanhar a atividade política, como comentador de programas como a Quadratura do Círculo, na SIC Notícias e TSF, e também como cidadão.

Jorge Coelho marcou a atividade política ao demitir-se do cargo de ministro do Equipamento do executivo de António Guterres após a queda da ponte de Entre-os-Rios em 04 de março de 2001, alegando que "a culpa não pode morrer solteira".

Além de Jorge Coelho, também receberão a Medalha de Ouro da Cidade a fundadora da Universidade Sénior Rotary de Mangualde, Maria Teresa de Almeida Cruz, e o ex-presidente da Câmara Municipal de Mangualde, João Azevedo.

Ao atleta paralímpico Miguel Marques Monteiro será entregue a Medalha de Mérito Municipal, "por se ter notabilizado no campo do desporto, dignificando o concelho de Mangualde".

A entrega dos galardões decorrerá na sessão solene comemorativa dos 50 anos da Revolução do 25 de Abril de 1974, no auditório da Biblioteca Municipal Dr. Alexandre Alves.

"Após a pandemia, quisemos aguardar por um momento verdadeiramente importante e simbólico, como são os 50 anos da Revolução de Abril, para homenagear estes ilustres mangualdenses que tanto nos orgulham, que tanto deram ao concelho e a quem tanto devemos", justificou o presidente da autarquia, Marco Almeida.

Leia Também: Mangualde avança com projeto com base na escritora Ana de Castro Osório

Recomendados para si

;
Campo obrigatório