Meteorologia

  • 24 MAIO 2024
Tempo
16º
MIN 13º MÁX 25º

Hungria? ERC investiga "cumprimento da transparência" da dona do Sol e i

A Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) disse hoje à Lusa estar "a verificar o cumprimento das obrigações legais de transparência" pela Newsplex, proprietária dos jornais Nascer do Sol e i Inevitável e detida pela Alpac, de Pedro Vargas David.

Hungria? ERC investiga "cumprimento da transparência" da dona do Sol e i
Notícias ao Minuto

17:12 - 12/04/24 por Lusa

País ERC

"No quadro da Lei n.º 78/2015, de 29 de julho, que regula a promoção da transparência da titularidade, da gestão e dos meios de financiamento das entidades que prosseguem atividades de comunicação social sob jurisdição do Estado português, a ERC está a verificar o cumprimento das obrigações legais de transparência pela Newsplex, S.A., proprietária das publicações Nascer do Sol e I Inevitável", referiu o regulador numa declaração escrita enviada à agência Lusa.

"A ERC promoverá as necessárias diligências caso detete inconformidades no cumprimento destas obrigações legais", acrescenta.

A declaração enviada pelo regulador surge na sequência de uma notícia divulgada na quinta-feira pelo jornal Expresso, segundo a qual Pedro Vargas David - filho do antigo eurodeputado do PSD Mário David, conselheiro político do primeiro-ministro húngaro Viktor Orbán - "recebeu 45 milhões de euros do Estado húngaro" para comprar a cadeia europeia de televisão Euronews, da qual é atualmente 'chairman'.

O objetivo seria permitir que o partido nacional-conservador de Fidesz, liderado por Orbán, passasse "a influenciar a cobertura feita pela cadeia de televisão mais europeia da Europa".

De acordo com o semanário, "documentos obtidos pelo projeto jornalístico húngaro Direkt36, partilhados com o Expresso e o jornal francês Le Monde, numa investigação conjunta desenvolvida ao longo dos últimos meses, revelam que um fundo detido a 100% pelo Estado húngaro e com ligações ao Fidesz investiu 45 milhões de euros no EFMI [European Future Media Investment Fund] para que, por sua vez, este fundo gerido pela Alpac Capital, de Pedro Vargas David, comprasse formalmente a Euronews em julho de 2022".

"Os documentos mostram ainda que a empresa do principal produtor de propaganda para o governo de Orbán, a New Land Media, de Gyula Balasy, emprestou 12,5 milhões de euros a uma subsidiária húngara da Alpac Capital para que esta investisse ela própria no EFMI, significando que pelo menos 57,5 milhões de euros com ligações claras ao primeiro-ministro foram injetados na Euronews", acrescenta.

O Expresso refere que "a tomada de controlo da cadeia de televisão coincidiu com a compra em Portugal do semanário Nascer do Sol e do jornal i'" por parte de Vargas David, e do seu sócio minoritário na Alpac, Luís Santos, filho do treinador de futebol Fernando Santos.

Ambos os jornais são controlados pela mesma empresa que detém atualmente a posição da Euronews, uma 'holding' da Alpac Capital no Dubai.

A Lusa contactou a Alpac que disse que "não faz comentários".

[Notícia atualizada às 17h22]

Leia Também: ERC deliberou três dias após legislativas sobre sondagem polémica

Recomendados para si

;
Campo obrigatório