Meteorologia

  • 15 ABRIL 2024
Tempo
23º
MIN 13º MÁX 24º

Ida às urnas (em mobilidade) é este domingo. Sabe quantos se inscreveram?

Entre os inscritos está o Presidente da República, que decidiu votar antecipadamente por se sentir esclarecido relativamente às propostas dos candidatos e por considerar que é um estímulo contra a abstenção.

Ida às urnas (em mobilidade) é este domingo. Sabe quantos se inscreveram?
Notícias ao Minuto

17:29 - 01/03/24 por Notícias ao Minuto com Lusa

Política Eleições Legislativas

As eleições legislativas estão quase aí e, apesar de a maioria dos eleitores ir a votos no dia 10, há quem tenha antecipado a ida às urnas e se tenham inscrito no voto antecipado em mobilidade.

De acordo com um comunicado do Ministério da Administração Interna (MAI) enviado ao Notícias ao Minuto, inscreveram-se 208.007 eleitores recenseados em território nacional nesta modalidade.

"Os eleitores que se registaram nesta modalidade podem votar no dia 3 de março, numa mesa de voto antecipado por si escolhida. Existirão mesas de voto antecipado em cada município do continente e das Regiões Autónomas", recorda o ministério na nota.

O MAI adianta ainda que caso os eleitores que se inscreveram durante esta semana não exerçam o seu direito de voto no domingo, 3 de março, "os cidadãos que fizeram a sua inscrição continuam a poder votar no dia do ato eleitoral, marcado para 10 de março".

O número de inscrições no voto em antecipado tinha vindo a aumentar ao longo dos últimos anos, de acordo com o que indicam os dados revelados pelo ministério. "Nas eleições legislativas de 2019 inscreveram-se para o voto antecipado em mobilidade 56.291 eleitores e nas eleições legislativas de 2022 inscreveram-se nesta modalidade 315.785 eleitores", rematam.

Já na quinta-feira, a Câmara Municipal de Lisboa disse que irá apenas abrir um local de voto, na Cidade Universitária, tendo inicialmente preparado três espaços. Segundo a autarquia, em causa está o número de inscrições, que se revelaram "significativamente abaixo das previsões".

Entre os inscritos está o Presidente da República, que decidiu votar antecipadamente por se sentir esclarecido relativamente às propostas dos candidatos e por considerar que é um estímulo contra a abstenção.

Instituída com a entrada em vigor da Lei Orgânica n.º 3/218, por ocasião da eleição de deputados portugueses ao Parlamento Europeu em 2019, a modalidade de voto antecipado em mobilidade foi escolhida por 285.848 nas eleições legislativas de 2022.

Leia Também: As datas, os candidatos, onde votar. Guia para as eleições legislativas

Recomendados para si

;
Campo obrigatório