Meteorologia

  • 19 ABRIL 2024
Tempo
21º
MIN 14º MÁX 21º

Combate à pobreza na Praia da Vitória passa por aposta na educação

A aposta na Educação é uma das prioridades da estratégia de combate à pobreza da Praia da Vitória, nos Açores, apresentada hoje, num concelho que tem taxas de abandono escolar superiores à média da região nos primeiros ciclos.

Combate à pobreza na Praia da Vitória passa por aposta na educação
Notícias ao Minuto

17:03 - 23/02/24 por Lusa

País Açores

"A principal dificuldade está ao nível da Educação (...) Os Açores e a região do Algarve foram consideradas as duas piores regiões [do país] ao nível do sucesso escolar e do abandono escolar. Este concelho não foge a esta média, inclusivamente nos primeiros ciclos tem uma taxa de abandono superior aos restantes", afirmou, em declarações aos jornalistas, Gualter Couto, da empresa Fundo de Maneio, responsável pela estratégia.

A estratégia local integrada de combate à pobreza e à exclusão social da Praia da Vitória, que integra 54 medidas, a implementar entre 2023 e 2027, foi apresentada hoje.

De acordo com o diagnóstico, feito pela empresa Fundo de Maneio, o concelho da Praia da Vitória apresentou, entre 2016 e 2022, "um crescimento substancial do valor de riqueza criado", "no número de postos de trabalho" e no "número de empresas".

No entanto, perdeu 7,5% de habitantes, entre 2011 e 2021, e tem um poder de compra per capita inferior à média regional, que já está abaixo da nacional, atingindo 56,3% da média da União Europeia.

O documento divide-se em três eixos (desenvolvimento infantojuvenil integrado, qualificação e emprego e coesão territorial) com seis objetivos estratégicos, onde se incluem o fomento do sucesso escolar e o combate ao absentismo, a redução da pobreza e exclusão social nas crianças e jovens e a promoção da qualificação pessoal e profissional.

"É um concelho onde a taxa de alunos com o ensino secundário é inferior à média da região, onde temos um número de licenciados substancialmente inferior à média da região. Este tem de ser o nosso principal combate", vincou Gualter Couto.

Uma das formas de combater o abandono escolar, segundo o consultor, é "fazer uma aposta concreta e real no ensino profissional".

"Ainda se pensa que os alunos que vão para o ensino profissional são alunos que não têm grande capacidade e não é isso que nós encontramos quando fazemos estudos a nível europeu. Os países mais ricos da Europa, por exemplo, Áustria ou Alemanha, têm um nível de desenvolvimento do ensino profissional muito superior ao que encontramos nos Açores", salientou.

A presidente do município, Vânia Ferreira (PSD/CDS-PP), disse que muitas das ações previstas já estão a ser implementadas, mas admitiu que há indicadores "preocupantes" nos níveis de escolaridade e abandono escolar e de falta de mão de obra qualificada. 

"Temos de implementar medidas que possam, de alguma forma, cativar as pessoas a fixarem-se na Praia da Vitória, mas esta problemática da escolaridade para nós é, sem dúvida, uma das maiores preocupações", apontou.

Vânia Ferreira sublinhou que há boas "respostas" de escolas no concelho, no ensino regular e profissional, mas é preciso uma maior sensibilização para a importância da aposta na Educação.

"Há uma desvalorização do próprio ensino. Ainda temos famílias com as quais precisamos de uma intervenção muito aprofundada para que elas façam o reconhecimento da importância da escolaridade e qual o reflexo que isso tem, não só na própria vida delas, como na sociedade onde vivem", explicou.

Questionada sobre os constrangimentos financeiros do município, Vânia Ferreira assegurou que muitas das medidas previstas na estratégia "já estão acauteladas com uma previsão em orçamento".

A autarca, que tomou posse em 2021, defendeu também uma maior aposta no trabalho em rede, com outras instituições.

"Deparámo-nos com uma autarquia que acabava por duplicar serviços e nós estamos a inverter esta visão que havia dos serviços municipais, porque não é isso que efetivamente devem desenvolver, devem sim ser parceiros", avançou.

Leia Também: Idosa inglesa resgatada com "hemorragia retroperitoneal" nos Açores

Recomendados para si

;
Campo obrigatório