Meteorologia

  • 29 MAIO 2024
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 29º

Destruídos 176 ninhos de vespa asiática em 2023 em Castelo Branco

No concelho de Castelo Branco, foram destruídos 176 ninhos de vespa asiática em 2023, mais 146 do que no ano anterior, anunciou a Câmara Municipal.

Destruídos 176 ninhos de vespa asiática em 2023 em Castelo Branco
Notícias ao Minuto

14:25 - 19/02/24 por Lusa

País Vespa asiática

Segundo a informação disponibilizada pelo município de Castelo Branco, "o crescimento exponencial de ninhos é francamente representativo", o que leva a autarquia a considerar esta espécie invasora "como uma enorme preocupação para a biodiversidade, mas também um risco para a saúde pública".

No concelho de Castelo Branco, em 2022, foram destruídos cerca de 30 ninhos de vespa velutina e, em 2023, registou-se a destruição de 176 ninhos.

A Câmara Municipal de Castelo Branco prevê que, este ano, o crescimento seja ainda mais acentuado.

Para ajudar a combater a proliferação da vespa velutina, o município lançou uma campanha de sensibilização onde disponibiliza toda a informação relativa ao ciclo de vida deste inseto e ainda a forma como as armadilhas podem ser realizadas.

Recomenda ainda que a comunicação do avistamento de ninhos seja feita através do Serviço Municipal de Proteção Civil ou do 'site' https://stopvespa.icnf.pt.

Bem distinta da vespa europeia, a vespa asiática é um inseto mais escuro e um pouco maior, de corpo aveludado e patas amarelas.

Ao alimentar-se de abelhas autóctones e outros insetos polinizadores, a vespa asiática coloca em risco todo o ecossistema e, por isso, representa uma preocupação para toda a comunidade.

Esta espécie de vespa predadora foi introduzida na Europa através do porto de Bordéus, em França, em 2004.

Os primeiros indícios da sua presença em Portugal surgiram em 2011, mas a situação só se agravou a partir do final do ano seguinte.

Leia Também: Valença eliminou 490 ninhos de vespa asiática em 2023

Recomendados para si

;
Campo obrigatório