Meteorologia

  • 29 MAIO 2024
Tempo
24º
MIN 15º MÁX 29º

Homem foi atingido a tiro em Carnaxide mas "não corre risco de vida"

Um homem foi atingido a tiro na madrugada de hoje no Bairro Alto dos Barronhos, em Carnaxide, tendo sido conduzido numa viatura particular ao Hospital de São José, em Lisboa, avançou à agência Lusa fonte policial.

Homem foi atingido a tiro em Carnaxide mas "não corre risco de vida"
Notícias ao Minuto

13:23 - 11/01/24 por Lusa

País Violência

De acordo com fonte do Comando Metropolitano da PSP de Lisboa, a ocorrência deu entrada pelas 2h20 para um homem que tinha sido baleado e conduzido a uma unidade hospitalar de Lisboa, com ferimentos de arma de fogo.

O homem, de acordo com a PSP, "não corre risco de vida".

A mesma fonte adiantou que a viatura em que a vítima e acompanhantes se deslocaram até à unidade hospitalar "apresentava sinais de ter sido atingida com uma arma de fogo".

Segundo a mesma fonte "nem a vítima, nem os acompanhantes estão a esclarecer as autoridades" sobre o que levou aos ferimentos.

De acordo com a fonte, a Polícia Judiciária tomou conta da ocorrência.

Numa nota enviada à Lusa, a Associação de Proteção Civil (APROSOC) deu conta de terem sido "ouvidos seis disparos de arma de fogo e uma grande agitação de pessoas e vozes que pareciam ser resultantes de agressão a alguém" nas traseiras da sede da associação.

Na nota, assinada pelo presidente João Paulo Saraiva, é explicado que a sede da associação encontra-se localizada no Largo Álvaro Pinheiro Rodrigues, em Carnaxide, no concelho de Oeiras, distrito de Lisboa, e os acontecimentos ocorreram na Rua Fernando de Almeida.

Segundo a nota, os acontecimentos tiveram lugar "pouco passava da 01:30".

"Foi possível visualizar três indivíduos preocupados em apanhar os invólucros dos projéteis, nada tendo sido ouvido sobre o destino dos projéteis, dois dos quais (invólucros) estariam debaixo de viaturas", pode ler-se ainda.

Em seguida, foi possível observar os três "com casacos pretos com capuz, dirigirem-se em passo de corrida até à viatura de cor preta cuja matrícula, marca e modelo não foi possível visualizar pelo facto de do ângulo a partir da sede desta associação (em relação aos demais veículos estacionados) só se ver pouco mais do que o tejadilho".

Segundo a nota, foi possível perceber que duas pessoas entraram "pelas portas laterais traseiras e outro na porta lateral do 'pendura'. A viatura (de cor escura) encontrava-se na rua Fernando de Almeida frente ao número 14 em contramão e saiu rapidamente do local".

Leia Também: Prisão preventiva para suspeito de roubos na cidade de Portimão

Recomendados para si

;
Campo obrigatório