Meteorologia

  • 25 FEVEREIRO 2024
Tempo
14º
MIN 13º MÁX 18º

Portugueses desperdiçam 10% da comida no Natal (principalmente doces)

As sobremesas tradicionais de Natal e os doces estão entre os alimentos mais desperdiçados. 

Portugueses desperdiçam 10% da comida no Natal (principalmente doces)
Notícias ao Minuto

08:30 - 07/12/23 por Notícias ao Minuto

País Desperdício alimentar

Os portugueses desperdiçam até 10% da comida no Natal e seis em cada dez inquiridos de um estudo da Too Good To Go admitem comprar mais na altura festiva para garantirem comida suficiente aos seus convidados. As sobremesas tradicionais e os doces estão entre os alimentos mais desperdiçados. 

Segundo o estudo, levado a cabo pela empresa "responsável pela maior aplicação do mundo que liga os utilizadores a lojas parceiras para salvar alimentos não vendidos e combater o desperdício alimentar", 39% dos inquiridos admitiram também que compram mais comida do que o necessário, "variando a ocasião e o número de convidados".

Quase metade dos inquiridos (45%) revelou que os doces tradicionais de Natal são os alimentos que mais sobram, seguido de doces em geral (38%), pão (21%) e acompanhamentos (21%). Apenas 7% dos inquiridos afirmaram não desperdiçar nenhum tipo de alimentos.

Entre as razões apontadas para o desperdício, 30% dos inquiridos apontaram que se "cozinha mais comida e sobre demasiado" e 27% que se compra "mais comida do que se precisa".

Apesar do desperdício, observa-se "uma crescente consciencialização e ações para reduzir o desperdício alimentar durante as festividades", segundo Maria Tolentino, Country Manager da Too Good To Go em Portugal, citada num comunicado enviado às redações.

"Cerca de 60% dos participantes acreditam numa mudança positiva na sociedade, mostrando confiança no aumento da consciência para evitar o desperdício alimentar em casa e na comunidade. Os dados revelam práticas conscientes, quase 45% armazenam excedentes alimentares para consumo futuro, enquanto cerca de 39% realçam a importância da precisão nas quantidades adquiridas", acrescentou.

Leia Também: Braga desafia clientes dos restaurantes a levarem sobras das refeições

Recomendados para si

;
Campo obrigatório