Meteorologia

  • 01 MARçO 2024
Tempo
14º
MIN 10º MÁX 15º

"Há razões para acreditar que, no final da COP28, haverá bons resultados"

António Costa esteve com o secretário-geral da Organização das Nações Unidas, António Guterres.

"Há razões para acreditar que, no final da COP28, haverá bons resultados"
Notícias ao Minuto

23:15 - 02/12/23 por José Miguel Pires

País COP26

O primeiro-ministro demissionário, António Costa, fez, este sábado, um balanço "positivo" dos primeiros dias da COP28, que se realiza no Dubai até 12 de dezembro.

"Começámos bem com a concretização do Fundo de Perdas e Danos, que vinha da Cimeira no Egito ainda por concretizar e já teve doações significativas, desde logo da UE. Há razões para acreditar que, no final da COP28 , haverá bons resultados", escreveu Costa no X (antigo Twitter), partilhando uma foto onde aparece junto ao secretário-geral das Nações Unidas e antigo primeiro-ministro português, também do Partido Socialista, António Guterres.

"Tive a oportunidade de transmitir ao nosso Secretário-Geral das Nações Unidas, António Guterres, que Portugal continuará empenhado nesta luta, que é de todos, pelo ambiente, pelo planeta e pela humanidade. Só à escala global será possível mudar. Acredito que ainda estamos a tempo", reforçou o chefe do Governo demissionário.

António Costa argumentou, aliás, que "só à escala global será possível mudar", acreditando que "ainda estamos a tempo".

Portugal dará 5 milhões de euros para o Fundo de Perdas e Danos, anunciou o primeiro-ministro na manhã deste sábado. No total, este mecanismo, que pretende compensar financeiramente os países mais afetados pelos efeitos das mudanças climáticas, arrecadou mais de 400 milhões de euros logo no primeiro dia da COP28.

Leia Também: COP28. Angola pede promessas cumpridas aos países em desenvolvimento

Recomendados para si

;
Campo obrigatório