Meteorologia

  • 24 FEVEREIRO 2024
Tempo
14º
MIN 10º MÁX 15º

Ucrânia. UE "acelera" produção de munições para atingir milhão prometido

O ministro dos Negócios Estrangeiros considerou hoje que vai haver "um processo de aceleração" na aquisição de munições de artilharia para a Ucrânia que vai compensar o atraso no fornecimento de um milhão de projéteis.

Ucrânia. UE "acelera" produção de munições para atingir milhão prometido
Notícias ao Minuto

11:26 - 29/11/23 por Lusa

País João Gomes Cravinho

"As coisas demoram mais tempo do que seria desejável, por outro lado, nós temos agora um processo de aceleração do trabalho feito no âmbito europeu, portanto, a nossa expectativa é de que, durante os próximos meses e entrando já em 2024, haver esse aumento", sustentou João Gomes Cravinho no final de uma reunião do Conselho NATO-Ucrânia, no quartel-general da Aliança Atlântica, em Bruxelas.

A União Europeia (UE) comprometeu-se no início do ano com a aquisição de um milhão de munições de grande calibre para a Ucrânia, com um prazo autoimposto de entregar os projéteis até março de 2024.

Contudo, as aspirações europeias esbarraram com a realidade e até novembro pouco mais de 30% do total previsto, cerca de 300.000 munições, tinham sido adquiridas.

"Estamos aqui perante um trabalho que é feito coletivamente e individualmente no âmbito da UE. Individualmente, foram muitos os países que fizeram referência [durante a reunião de hoje] sobre o que está a ser feito nas suas indústrias de defesa para corresponder a esse objetivo", prosseguiu o ministro, sem responder se foi possível dar garantias a Kyiv de que o objetivo vai ser alcançado no prazo estabelecido.

Em simultâneo, os Estados-membros da União Europeia também querem fazer a reposição dos seus stocks de munições de artilharia, depauperados desde 24 de fevereiro do ano passado por causa do apoio militar que tem vindo a ser dado a Kyiv para repelir a invasão russa.

Leia Também: Cravinho desvaloriza ameaça húngara de bloquear apoio à Ucrânia

Recomendados para si

;
Campo obrigatório