Meteorologia

  • 19 ABRIL 2024
Tempo
20º
MIN 15º MÁX 21º

Suspeito de esfaquear homem por dívida na Murtosa nega intenção de matar

Um homem suspeito de ter esfaqueado outro na Murtosa, no distrito de Aveiro, por causa de uma dívida de 430 euros, assumiu hoje parcialmente os factos que lhe são imputados, mas negou ter tido intenção de matar.

Suspeito de esfaquear homem por dívida na Murtosa nega intenção de matar
Notícias ao Minuto

16:43 - 27/11/23 por Lusa

País Murtosa

O arguido de 54 anos, que se encontra em prisão preventiva, começou hoje a ser julgado no Tribunal de Aveiro pelos crimes de homicídio na forma tentada, ameaça agravada e introdução em local vedado ao público.

Perante o coletivo de juízes, o arguido começou por dizer que andou a fazer uns trabalhos de construção civil para a vítima, que lhe ficou a dever cerca de 430 euros.

No dia 06 de março à noite, quando passava à porta da casa do ofendido, o arguido encontrou a vítima e perguntou-lhe quando é que lhe pagava a dívida, ao que este lhe terá respondido que não lhe iria pagar nada.

"Ele disse que podia tirar o cavalinho da chuva porque nunca me ia pagar e eu puxei do canivete e aconteceu o que aconteceu", afirmou o arguido, adiantando que se encontrava alcoolizado.

Referiu ainda que regressou mais tarde ao local para procurar a sua bicicleta, mas alegou não se lembrar do que aconteceu depois, nomeadamente de ter entrado no pátio da casa do ofendido com uma faca e feito ameaças de morte.

O arguido disse ainda que nunca teve objetivo de matar o ofendido, manifestando arrependimento: "A minha ideia era dar-lhe um enxerto de porrada. Não era matar", afirmou.

Depois de assistido no local, a vítima foi transportada para o Hospital para receber tratamento médico e o arguido entregou-se à GNR no mesmo dia.

Leia Também: PJ admite que exista cúmplice no desaparecimento da grávida da Murtosa

Recomendados para si

;
Campo obrigatório