Meteorologia

  • 30 MAIO 2024
Tempo
25º
MIN 16º MÁX 30º

Português será o idioma de trabalho na União das Cidades Ibero-americanas

A língua portuguesa será a língua de trabalho na União das Cidades Capitais Ibero-americanas (UCCI) em 2024, disse hoje à Lusa o presidente da Câmara de Lisboa, Carlos Moedas, num balanço da sua viagem de trabalho ao Brasil.

Português será o idioma de trabalho na União das Cidades Ibero-americanas
Notícias ao Minuto

23:01 - 23/11/23 por Miguel Mâncio

País Carlos Moedas

A proposta feita pelo autarca de Lisboa durante a XX Assembleia Geral da União das Cidades Capitais Ibero-Americanas, que se realizou em São Paulo, foi "aprovada por unanimidade", afirmou à Lusa Carlos Moedas, que foi ainda eleito vice-presidente da organização para 2024 e 2025.

"Para isso exige um esforço. Um esforço de formação da própria secretaria-geral da União das Cidades Ibero americanas que normalmente por tradição se fala em espanhol", reforçou o autarca de Lisboa.

"Vamos dar cursos de formação, vamos ensinar o português", anunciou ainda, referindo-se à organização que é composta por 29 cidades, dos países ibéricos, América Latina e Caribe.

Estas cidades, "com quase 300 milhões de pessoas", devem discutir com liderar "num mundo em que as cidades lideram cada vez mais", defendeu, afirmando que "os países por várias razões tornam-se mais fracos".

"Sistemas de segurança social cada vez mais débeis, de certa forma, e as cidades e as cidades tornam-se no fundo o Estado social", frisou Carlos Moedas, depois de assinar hoje em Brasília um acordo de geminação entre as capitais portuguesa e brasileira.

Em relação a este acordo, Carlos Moedas lembrou que Lisboa era geminada com as duas capitais 'vizinhas' Lisboa e Rabat e com as restantes capitais de países de língua portuguesa. A capital portuguesa já assinou 13 acordos de geminação, que incluem cidades europeias, asiáticas e africanas como Madrid, Rabat, Malaca, Macau, Budapeste e Cachéu. No Brasil, Lisboa mantém acordos de geminação com as cidades do Rio de Janeiro e Salvador.

"Infelizmente, até agora, não tinha sido com Brasília", disse, acrescentando que o acordo assinado entre o autarca e Ibaneis Rocha, governador do Distrito Federal, "vai desde a inovação, cultura, mobilidade, questões de corrupção".

Para além da assinatura deste acordo, em Brasília, da XX Assembleia Geral da União das Cidades Capitais Ibero-Americanas, em São Paulo, na terça-feira, e do jantar de comemoração dos 111 anos da Câmara Portuguesa de Comércio no Brasil, também em São Paulo, Moedas esteve ainda na cidade de Fortaleza para participar da Assembleia Geral da União das Cidades Capitais de Língua Portuguesa (UCCLA), na segunda-feira.

Leia Também: Moedas recorda 25 de Novembro como "passagem para um Portugal livre"

Recomendados para si

;
Campo obrigatório