Meteorologia

  • 05 MARçO 2024
Tempo
MIN 8º MÁX 16º

PJ investiga morte de menino de 13 anos junto a escola em Elvas

Criança morreu depois de se sentir mal. Corpo deverá ser autopsiado.

PJ investiga morte de menino de 13 anos junto a escola em Elvas
Notícias ao Minuto

10:36 - 07/11/23 por Notícias ao Minuto

País Elvas

Está a ser investigada a morte de um rapaz, de 13 anos, junto à escola Básica da Boa Fé, em Elvas, no distrito de Portalegre, depois de se ter sentido mal. 

Ao Notícias ao Minuto, fonte da Polícia de Segurança Pública (PSP) precisou que o expediente do caso foi remetido para o Ministério Público (MP), uma vez que se trata de uma morte cujas causas são desconhecidas. O corpo deverá agora ser autopsiado, algo determinado pelo MP neste tipo de caso.

Paralelamente, apesar de a PSP não ter "vislumbrando qualquer indício de crime", os factos foram comunicados à Polícia Judiciária (PJ), que se "deslocou ao local" e está a realizar diligências.

O Notícias ao Minuto entrou em contacto com a PJ, que confirmou que está uma investigação em curso para "apurar os factos".

Recorde-se que o caso aconteceu na tarde de segunda-feira. Os bombeiros ainda terão realizado manobras de reanimação na criança, que se encontrava em paragem cardiorrespiratória, mas sem sucesso.

Fonte policial confirmou que, ao contrário do que está a ser veiculado por alguns meios de comunicação e comentários nas redes sociais, a morte do jovem não se deveu a desacatos com outro grupo de adolescentes que não frequentam a mesma escola. 

Tais desacatos aconteceram, mas "cerca de hora e meia antes" da morte e num outro local. A vítima mortal estaria num dos grupos, tendo presenciado a contenda, mas não teve "intervenção" na mesma.

Na mesma linha, em declarações à Rádio Elvas, Paula Rondão, a diretora do Agrupamento de Escolas n.º 1 de Elvas, aferiu que “o menino saiu às 12h45 horas, porque não teve a última aula, almoçou e saiu da escola com um grupo de amigos e, junto a uma mercearia, perto da escola, houve alguns desacatos com um grupo de crianças que não são alunos da escola. Nessa confusão a criança não se envolveu, tendo os miúdos acabado por dispersar”. 

A diretora do Agrupamento de Escolas n.º 1 de Elvas, disse ainda não ter “palavras" para o acontecimento e deixou "as mais sentidas condolências a toda a família e amigos desta criança". 

Leia Também: Criança de 13 anos morre junto à escola em Elvas

Recomendados para si

;
Campo obrigatório