Meteorologia

  • 27 FEVEREIRO 2024
Tempo
MIN 9º MÁX 14º

Recluso amnistiado agride cidadãos e polícias após ser libertado em Braga

O homem, de 37 anos, ficou sujeito à medida de coação de prisão preventiva.

Recluso amnistiado agride cidadãos e polícias após ser libertado em Braga
Notícias ao Minuto

12:09 - 21/09/23 por Notícias ao Minuto

País PSP

Um homem, de 37 anos, recentemente libertado da prisão no âmbito da amnistia papal, agrediu "violentamente" um cidadão durante um roubo, em Braga, e teve também "um comportamento bastante agressivo" para com agentes da Polícia de Segurança Pública (PSP), confirmou o Notícias ao Minuto junto do Comando Metropolitano de Braga. 

O incidente aconteceu pelas 12h45 de terça-feira, quando a autoridade foi alertada de que um "indivíduo havia praticado um roubo a um cidadão, tendo-o agredido violentamente e de seguida colocou-se em fuga".

Após ter sido localizado pela PSP, o suspeito "teve um comportamento bastante agressivo para com os polícias, tendo-os insultado, ameaçado e agredido".

No dia seguinte, na quarta-feira, foi presente no Tribunal Judicial da Comarca de Braga e foi-lhe aplicada a medida de coação mais gravosa, a de prisão preventiva.

O Jornal de Notícias revelou que o homem estava a cumprir pena por tráfico de droga e foi libertado devido ao perdão de um ano de desconto da pena.

Além de ter agredido a vítima do roubo e os polícias, o suspeito terá ainda agredido uma mulher cega. A advogada de defesa já adiantou à publicação que vai recorrer da medida de prisão preventiva, por considerar tratar-se de uma medida excessiva.

Sublinhe-se que, na segunda-feira, o Conselho Superior da Magistratura adiantou que a aplicação da lei da amnistia e perdão de penas aprovada no âmbito da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) já levou à libertação de 408 jovens desde 1 de setembro.

Leia Também: "Comportamento suspeito" leva PSP a deter homem por permanência ilegal

Recomendados para si

;
Campo obrigatório