Meteorologia

  • 24 ABRIL 2024
Tempo
24º
MIN 12º MÁX 24º

Após JMJ, os touros: Bordalo II vandaliza sinais do Campo Pequeno

Imagens dos protestos foram partilhadas nas redes sociais. Não é a primeira vez que o artista se manifesta contra a tauromaquia.

Após JMJ, os touros: Bordalo II vandaliza sinais do Campo Pequeno
Notícias ao Minuto

16:06 - 17/08/23 por Notícias ao Minuto

País Bordalo II

Bordalo II voltou a usar a arte para se manifestar contra uma tema polémico, desta feita o da tauromaquia.

O artista publicou nas redes sociais, na quarta-feira, vídeos e fotografias onde é possível ver sinais com um toureiro e um animal.

Esta sinalética era visível nas placas que indicam o caminho para o Campo Pequeno, em Lisboa, até 2019, altura em que o então autarca (atual ministro das Finanças, Fernando Medina) optou por as tapar com um painel branco. Fonte da Câmara Municipal de Lisboa explicou ao Notícias ao Minuto, na altura, que o local já não era "exclusivamente uma praça onde há touradas". "A realidade mudou. É um espaço que acolhe eventos de diferentes naturezas”,  detalhou.

Não é a primeira vez que Artur Bordalo se manifesta contra a tauromaquia, uma vez que também em agosto de 2021 partilhou fotografias no Instagram com a palavra "Não" escrita à frente do Campo Pequeno. Para esse dia, 26 de agosto, estava agendada uma homenagem  no Campo Pequeno ao cavaleiro tauromáquico João Moura, suspeito de maus-tratos a animais. O cavaleiro, acusado de 18 crimes de maus-tratos a animais de companhia, começa a ser julgado daqui a um mês, a 18 de setembro.

Nas redes sociais, na altura, o artista escreveu: "Ser antitourada é obviamente um sinal de progresso, estamos em 2021 e não vejo nenhuma justificação para haver taradinhos que têm prazer em fazer mal, e outros que se excitam a ver alguém sofrer, até a morte". Bordalo II sublinhou, ainda, que achava "uma ironia de mau gosto doentio ser no Dia do Cão que se faz uma 'homenagem' a um escroto que, como todos sabemos, é acusado e processado por maus tratos aos seus 'fiéis amigos'".

Nas últimas semanas, Bordalo II criticou os milhões de euros gastos na Jornada Mundial da Juventude em Lisboa ao estender uma "passadeira da vergonha". A ação aconteceu no recinto, em que conseguiu entrar disfarçado, e momento que também foi gravado e partilhado nas redes sociais.

Notícias ao Minuto entrou em contacto com a Câmara Municipal de Lisboa, para aferir o motivo pelo qual foi revertida a decisão de tapar a sinalética, mas ainda não obteve resposta.

Leia Também: Bordalo II? "Vivo bem, vivemos bem com a liberdade de expressão"

Recomendados para si

;
Campo obrigatório