Meteorologia

  • 14 ABRIL 2021
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 20º

Edição

Um terço dos portugueses defende intervenção dos militares

Três em cada dez portugueses defendem uma intervenção dos militares perante a situação do País, de acordo com o barómetro i/Pitagórica. Mas mais de 60% dos inquiridos rejeita este cenário.

Um terço dos portugueses defende intervenção dos militares

Um terço das pessoas sondadas pelo barómetro i/Pitagórica defende uma intervenção dos militares, indo ao encontro dos avisos de alguns membros das Forças Armadas que organizaram o golpe de Estado do 25 de Abril, como Vasco Lourenço, que têm alertado sobre possíveis novas intervenções militares.

Os dados desta sondagem divulgada hoje mostram que 63% dos inquiridos responderam negativamente, com destaque para os eleitores das classes com maior poder económico que votaram PSD nas últimas eleições legislativas, escreve o jornal i, acrescentando que os portugueses que votaram ‘não’ também se destacam por terem 55 anos ou mais.

Quer isto dizer que os inquiridos mais activos na recusa de uma intervenção militar são os que têm as recordações mais vivas dos tempos da Revolução que se seguiu ao golpe de Estado de 25 de Abril de 1974, quando os militares dominavam o espaço público.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório