Meteorologia

  • 29 FEVEREIRO 2024
Tempo
12º
MIN 10º MÁX 16º

Seca. Albufeira substitui relva e antigo sistema de rega para poupar água

O Município de Albufeira, no Algarve, espera terminar até ao final de julho a primeira fase da substituição do antigo sistema de rega, com mudança da relva por plantas mais resistentes, disse hoje à Lusa o presidente.

Seca. Albufeira substitui relva e antigo sistema de rega para poupar água
Notícias ao Minuto

16:43 - 28/06/23 por Lusa

País Seca

Segundo o presidente da Câmara de Albufeira, José Carlos Rolo, a renovação já foi feita na zona da marina, depois de cerca de três meses de trabalho, e dentro de um mês irá terminar a substituição no separador central da avenida dos Descobrimentos até à rotunda dos Relógios.

"Vamos ter uma grande poupança de água com uma diminuição grande do consumo e também do desperdício", disse José Carlos Rolo, que ainda não tem previsão sobre o número de litros a menos que a obra em curso vai permitir.

Segundo o presidente da autarquia do distrito de Faro, "dentro de algumas semanas será colocado um 'placard' indicativo com a poupança de água, para que as pessoas possam saber o resultado desta ação".

Esta informação será colocada à entrada de Albufeira, na avenida que vem de Ferreiras, acrescentou.

De acordo com o autarca, a nova rega é feita através de um sistema subterrâneo "gota a gota", com as plantas a aproveitarem toda a humidade, ao contrário do sistema atual em que muita água era desperdiçada através da evaporação e da falta de direção de alguns aspersores.

Por outro lado, a relva anterior está a ser substituída por "outras plantas que consomem menos água".

José Carlos Rolo referiu ainda que estão a ser tomadas outras medidas de poupança de água, a maior parte delas já anunciadas ao nível da Comunidade Intermunicipal do Algarve (AMAL), como o encerramento das piscinas municipais em agosto.

No início de junho, os 16 municípios do Algarve anunciaram que iriam tomar medidas, como já o tenham feito em 2022, para que o consumo urbano de água não ultrapasse os níveis de 2019.

O consumo de água dos municípios representa entre 05 e 10% do consumo, sendo os particulares responsáveis por 90% do consumo total urbano.

As câmaras algarvias decidiram em 2022 o encerramento das piscinas municipais públicas durante o mês de agosto, medida que foi prolongada até final de setembro, com exceção das piscinas abertas nos territórios mais do interior.

O Conselho Intermunicipal aprovou ainda, na mesma altura, entre outras medidas, o encerramento das fontes ornamentais, a redução dos dias de rega e a paragem da rega dos espaços verdes públicos relvados com reconversão por espécies autóctones e com necessidades menores de disponibilidade hídrica.

Leia Também: Seca? Mais de metade dos concelhos têm "perdas de água avultadas"

Recomendados para si

;
Campo obrigatório