Meteorologia

  • 13 ABRIL 2024
Tempo
22º
MIN 16º MÁX 29º

MP leva a tribunal arguido por crime contra líder de associação ucraniana

O Ministério Público (MP) requereu o julgamento de um arguido pela prática de um crime de perseguição, na forma consumada, e outro de coação na forma tentada, contra o presidente da Associação dos Ucranianos em Portugal.

MP leva a tribunal arguido por crime contra líder de associação ucraniana
Notícias ao Minuto

20:17 - 19/06/23 por Lusa

País Justiça

O MP publicou hoje na sua página na Internet que, "com base na acusação, foi tornado publico em abril de 2022 que a vítima, na qualidade de Presidente da Associação dos Ucranianos em Portugal, havia denunciado perante o Sistema de Informações da República Portuguesa (SIRP) que algumas organizações não-governamentais se encontravam a atuar em Portugal como sendo ucranianas, quando teriam ligações à Embaixada da Rússia".

Na sequência dessas declarações, avança o MP, o arguido telefonou no dia 18 de abril à vitima "ameaçando-o de morte caso não se calasse e não abandonasse Portugal".

A acusação refere ainda que, entre abril e setembro de 2022, o arguido, para além de telefonemas, enviou mensagens escritas e vídeos para provocar medo e inquietação na vítima".

A investigação foi dirigida pelo Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Lisboa.

Em 2 de agosto de 2022, a Associação dos Ucranianos em Portugal (AUP) enviou uma carta à secretária-geral do SIRP, Graça Mira Gomes, a denunciar que haveria organizações não-governamentais a trabalhar em Portugal e supostamente ucranianas mas que estavam ligadas à Rússia.

Leia Também: Adesão à UE? Ucrânia cumpre 2 das 7 condições para iniciar conversações

Recomendados para si

;
Campo obrigatório