Meteorologia

  • 28 MAIO 2024
Tempo
28º
MIN 14º MÁX 28º

Apelo para criação de radioterapia em Viana do Castelo chega a Pizarro

A Liga dos Amigos do Hospital de Viana do Castelo (LAHVC) apelou hoje ao ministro da Saúde para a criação do serviço de radiologia, tendo recebido de Manuel Pizarro a promessa de que vai estudar o assunto.

Apelo para criação de radioterapia em Viana do Castelo chega a Pizarro
Notícias ao Minuto

18:03 - 27/03/23 por Lusa

País Viana do Castelo

Em declarações à agência, o presidente da Assembleia Geral da Liga dos Amigos do Hospital de Viana do Castelo (LAHVC), Defensor Moura, explicou ter entregado "em mãos" ao ministro da Saúde uma exposição com três páginas a reivindicar a instalação do serviço de radiologia no hospital de Santa Luzia, na capital do Alto Minho.

Manuel Pizarro recebeu o 'dossier' durante numa cerimónia que assinalou, no Porto, no Dia Nacional do Dador de Sangue.

"Esperamos de vossa excelência as diligências necessárias para que, este profundo e justo anseio das populações alto minhotas, seja satisfeito o mais rapidamente possível e se instale o serviço de radioterapia no Hospital de Viana do castelo", lê-se na exposição ao ministro da Saúde, a que a Lusa teve acesso.

O documento salienta que aquele "anseio" deu origem a um abaixo-assinado que, "em apenas nove dias, foi assinado por 9.655 cidadãos de oito dos 10 concelhos do Alto Minho".

"Segundo os rácios população/aparelhos conhecidos, o hospital de Viana do Castelo carece de dois aparelhos para tratar adequada e atempadamente os 400 novos doentes oncológicos que surgem no distrito todos os anos, o que é, a propósito, a dimensão da maioria das unidades que constituem a rede de radioterapia na vizinha Galiza, aproximando o tratamento dos doentes, melhorando o seu conforto com substancial redução dos custos", refere a exposição.

A LAHVC adianta ter reunido "com o mais alto responsável da Unidade Local de Saúde do Alto Minho (ULSAM), a quem transmitiu a preocupação com este problema e solicitou informações sobre a eventual instalação do serviço radioterapia no hospital de Santa Luzia".

"O presidente do conselho de administração da ULSAM mostrou-se surpreendido com os números que lhe apresentámos e, manifestando inequívoca vontade de contribuir para prestar mais esse serviço aos doentes vianenses, está ainda a avaliar a situação. Mas, como logo nos foi dizendo que a decisão de criar o serviço não depende apenas da administração da ULSAM, a direção da Liga dos Amigos decidiu apelar a vossa excelência para que a oportunidade de recurso a verbas da União Europeia possa proporcionar a concretização desse objetivo".

Segundo a LAHVC, por ano, surgem 400 novos doentes oncológicos no distrito de Viana do Castelo que fazem, em média, 25 sessões de radioterapia.

"São 10 mil tormentosas viagens de ida e volta ao Porto ou a Braga (...). Cerca de mais 1.400.000 quilómetros de viagem, realizados em transporte individual ou em veículos coletivos (...) São, também, mais 1.400.000 quilómetros de transportes com muito elevados custos suportados pelo orçamento do Serviço Nacional de Saúde(SNS). São malefícios demais para os doentes e familiares, para o erário público e para o meio ambiente, que podem ser minimizados com a instalação de um Serviço de Radioterapia no Hospital de Viana do Castelo", defende a direção da LAHVC na exposição hoje entregue a Manuel Pizarro.

A ULSAM gere os hospitais de Santa Luzia, em Viana do Castelo, e o hospital Conde de Bertiandos, em Ponte de Lima. Integra ainda 12 centros de saúde, uma unidade de saúde pública e duas de convalescença, servindo uma população residente de 231.488 habitantes nos 10 concelhos do distrito e algumas populações vizinhas do distrito de Braga.

Leia Também: Idoso encontrado morto num tanque em Viana do Castelo. PJ investiga

Recomendados para si

;
Campo obrigatório