Meteorologia

  • 25 MAIO 2024
Tempo
17º
MIN 13º MÁX 25º

Residência para Alzheimer. "Não é apenas importante para Castro Marim"

A ministra da Coesão Territorial destacou hoje a importância para Castro Marim, para o Algarve e para o Baixo Alentejo da inauguração da Estrutura Residencial e Centro de Dia para doentes de Alzheimer e outras demências.

Residência para Alzheimer. "Não é apenas importante para Castro Marim"
Notícias ao Minuto

19:41 - 24/03/23 por Lusa

País Ana Abrunhosa

Ana Abrunhosa esteve hoje na cerimónia de inauguração da estrutura de saúde construída pela Santa Casa da Misericórdia de Castro Marim e enalteceu o trabalho realizado pelo seu provedor, José Cabrita, para obter o financiamento necessário para a obra, orçada em cerca de cinco milhões de euros.

"Esta estrutura não é apenas importante para Castro Marim, como já disse o senhor presidente de Câmara, constitui uma resposta social fundamental para a região do Algarve e para o Baixo Alentejo", afirmou.

A ministra pediu desculpa pela ausência da ministra do Trabalho e da Solidariedade Social, Ana Mendes Godinho, cuja presença na cerimónia de inauguração estava confirmada, mas foi desmarcada por "motivos de força maior" que se prenderam com o anúncio das medidas de apoio a famílias carenciadas, feito hoje pelo Governo, em Lisboa.

Ana Abrunhosa referiu que a inauguração desta nova estrutura de apoio a doentes de Alzheimer "é um motivo de celebração" por se tratar de "uma das maiores obras de Castro Marim dos últimos tempos", que "vem qualificar" o território, "trazer melhor qualidade de vida àqueles que necessitam de um cuidado especial", às suas famílias e cuidadores.

"Esta é uma infraestrutura que tem uma resposta especializada na área de Alzheimer e de outas doenças e eu queria aqui sublinhar a importância desta obra dedicada - nem sempre, mas sobretudo - a uma população idosa, que vem dar resposta a uma grande lacuna a nível regional e, portanto, temos hoje motivos acrescidos para comemorar", afirmou a governante.

Ana Abrunhosa considerou que a nova estrutura para pessoas com Alzheimer e outras demências mostra que se está "a mudar o paradigma na oferta de cuidados aos mais frágeis", dado que "escasseiam este tipo de respostas" em Portugal.

"Esta é uma prova também de que olhamos para os territórios de forma a promover a coesão social e territorial", argumentou a ministra, salientado que o novo equipamento está capacitado para "tratar e cuidar de 70 utentes em regime de internamento e tem também regime de centro de dia para 30 utentes".

A governante lembrou a existência de uma estrutura semelhante em Fátima (Leiria), que foi um "espaço de aprendizagem" para os cuidados nesta área, e salientou que o equipamento agora inaugurado em Castro Marim vai também ser um "espaço de investigação e avaliação para as melhores estratégias e práticas no tratamento deste tipo de doenças" e criar 55 postos de trabalho.

"Este é o maior investimento efetuado em Castro Marim no âmbito do Portugal 2020, estamos aqui a falar de quase cinco milhões de euros que tiveram um grande esforço financeiro da Santa Casa, para além do apoio de fundos europeus e do grande apoio que a Câmara Municipal deu [de cerca de um milhão de euros]", salientou.

Ana Abrunhosa deixou por isso uma felicitação a todos os envolvidos no projeto, na pessoa do provedor da Santa Casa da Misericórdia de Castro Marim, José Cabrita, a quem agradeceu "pela visão e pelo empenho" em "avançar com um projeto desta dimensão e com esta relevância, apesar de todas as dificuldades".

Leia Também: Programa bilateral quer "revitalizar e recuperar" aldeias na fronteira

Recomendados para si

;
Campo obrigatório