Meteorologia

  • 23 MARçO 2023
Tempo
19º
MIN 10º MÁX 19º

Morte de Luís Moita. "Continuará bem vivo na memória", diz Santos Silva

O presidente da Assembleia da República recordou o professor e sociólogo Luís Moita, que morreu, este sábado, aos 84 anos, como uma "referência cívica e moral de várias gerações", antes e depois do 25 de Abril de 1974.

Morte de Luís Moita. "Continuará bem vivo na memória", diz Santos Silva
Notícias ao Minuto

22:09 - 28/01/23 por Lusa

Política Luís Moita

"Luís Moita continuará bem vivo na memória dos que com ele aprenderam a estar no lado certo da história: na luta pela paz, a descolonização, a democracia mais avançada possível, a espiritualidade viva. Antes e depois do 25 de Abril, uma referência cívica e moral de várias gerações", lê-se numa mensagem publicada na conta oficial de Augusto Santos Silva na rede social 'Twitter'.

O professor, sociólogo e investigador Luís Moita faleceu hoje aos 84 anos, anunciou a Universidade Autónoma de Lisboa, da qual foi vice-reitor, em comunicado.

"A Universidade Autónoma Luís de Camões acaba de perder um dos seus pilares, deixando a comunidade académica mais pobre e de luto. A melhor homenagem que a UAL pode fazer ao Professor Luís Moita é honrar a sua memoria, continuando o combate por uma universidade aberta ao mundo, tendo sempre a ética como fundamento de toda a ação. Tentaremos. Até sempre, Professor Luís Moita", afirma aquela entidade na nota.

Luís Moita foi um dos protagonistas da vigília da Capela do Rato, em 1972, e um estudioso da guerra e da paz, que cooperou com os países africanos.

O sociólogo, que se doutorou em Ética pela Universidade Lateranense, em Itália, em 1967, foi sacerdote católico e um opositor ativo contra a guerra e a ditadura, motivo pelo qual foi preso político em Caxias.

Além de vice-reitor, Luís Moita foi membro do Conselho Científico da Universidade Autónoma de Lisboa, professor catedrático de "Teorias das Relações Internacionais", diretor do Departamento de Relações Internacionais, e orientou durante largos anos a unidade de investigação OBSERVARE - Observatório de Relações Exteriores, refere o estabelecimento de ensino superior privado.

Foi ainda governante por 23 dias, como secretário de Estado da Emigração, condecorado em 10 de junho de 1998 com a Grande Cruz da Ordem da Liberdade e, em 07 de janeiro de 2005, foi condecorado pelo Presidente italiano como Grande Oficial da Ordine della Stella della Solidarietá Italiana.

No comunicado, assinado por António de Lencastre Bernardo, Presidente do Conselho de Administração da Entidade Instituidora da Autónoma e pelo seu reitor José Amado da Silva, a universidade agradece o contributo que Luís Moita deu "para excelência do ensino, da investigação, e o prestígio que conferiu no seu percurso brilhante que muito contribuiu para a afirmação da Universidade".

Leia Também: Marcelo lamenta morte de Luís Moita. "Lutador pela justiça social"

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório